Selecione a página

Ferroviária e Cianorte ficam no 0 a 0

Jogo de volta acontece no próximo domingo no Paraná

Ferroviária e Cianorte ficam no 0 a 0

Texto: Carlos André de Souza
Foto: Tetê Viviani

 

Ferroviária e Cianorte ficaram no 0 a 0 na tarde deste sábado (15) no Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara, pelo jogo de ida do mata-mata da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. O jogo foi marcado pela forte marcação do Cianorte, que impossibilitou a Locomotiva de criar chances claras de gol.

As duas equipes voltarão a se enfrentar no próximo domingo (23), às 16 horas no Estádio Albino Turbay, em Cianorte-PR. Sem vantagem do empate para nenhuma das equipes, um novo empate levaria a decisão para os pênaltis. Quem passar desse mata-mata disputará as oitavas de final contra o vencedor dos confrontos entre Avenida-RS e Caxias-RS.

Vale destacar que, para obter o acesso à Série C, as equipes precisam chegar à semifinal da competição.

O jogo

O time da Ferroviária entrou em campo com uma faixa em homenagem ao ídolo Marcão, falecido na última sexta-feira. Após o apito inicial do árbitro, a equipe araraquarense tocava a bola, mas parava na boa marcação do Cianorte.

Aos 6 minutos, após cruzamento na área, o atacante afeano Hygor subiu mais que a defesa e cabeceou no canto direito do goleiro Bruno, que conseguiu fazer a intervenção.

Sem encontrar espaços, a Locomotiva só voltou a assustar aos 37, quando Cristian passou na medida para Hygor, que finalizou e parou no goleiro. Aos 40, Cristian serviu Léo Castro pelo lado esquerdo da área, onde ele tocou na saída do goleiro, mas a bola passou rente à trave.

Após o retorno do vestiário, a Ferroviária levou perigo aos 7 minutos, quando Dedê Costa pegou uma sobra na entrada da área e bateu rasteiro, mas o goleiro conseguiu chegar em seu canto esquerdo e desviar para fora.

A torcida afeana chegou a comemorar um gol aos 9, mas a arbitragem assinalou um impedimento de Léo Castro. Aos 21, o afeano Dedê Costa, em cobrança de falta, conseguiu encobrir a barreira, mas a bola passou perto do travessão. Na sequência, o Cianorte assustou após uma cobrança de falta na área, onde Wesley cabeceou por cima do gol de Gabriel Leite. Nos últimos minutos de jogo, houve uma preocupação com um choque de cabeça entre o zagueiro afeano Raniele e o goleiro Bruno, que deixaram o campo de ambulância.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 0 x 0 CIANORTE-PR
Local: Fonte Luminosa, em Araraquara;
Data/Horário: Sábado, 15 de junho, 17h;
Arbitragem: Luiz Paulo de Moura Pinheiro, auxiliado por Fabio Rodrigo Rubinho e Rodolfo Campos Ortiz Leite (todos do MT);
Público: 2.908 pagantes;
Renda : 21.460,00;
Cartões amarelos: Arthur (Ferroviária); Weriton, Calabrês, Willian, Maurício, Breno e Guioto (Cianorte);

FERROVIÁRIA – Gabriel Leite; Marcos Ytalo, Raniele, Luís Felipe e Arthur (Fernando Júnior); Daniel, Clayton e Cristian (Raphael Luz); Hygor (Raul), Dedê Costa e Léo Castro. Técnico: Vinícius Munhoz.

CIANORTE – Bruno; Weriton, Breno, Maurício e Willian; Gercimar, Tom, Calabrês (Guioto) e Filipe Ramón; Madalena (Rodrigo Alves) e Wesley (Fernandinho). Técnico: Bolívar.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade