Selecione a página

Fake news: Será que ‘O Imparcial’ nunca falou do PT?

Rumores de posicionamento político questionam credibilidade do jornal

Fake news: Será que ‘O Imparcial’  nunca falou do PT?

Nas últimas semanas, o jornal “O Imparcial” foi alvo de diversas críticas em sua página do Facebook por fazer matérias e charges que abordam assuntos relacionados ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Foram diversas as indagações feitas na página do diário. A principal delas se referia a uma espécie de proteção do impresso ao governo do PT em anos anteriores e, agora, ataques infundados ao chefe do executivo, deixando claro o posicionamento político com viés de esquerda por parte do jornal araraquarense, alegação essa que não corresponde à realidade. Mas, será que isso é verdade? Será que o jornal “O Imparcial”, no auge de seus 89 anos de história, nunca criticou ou mencionou o governo do PT, que por 14 anos comandou o Brasil?

Vamos aos fatos:
Em 2015, para ser mais preciso no dia 30 de novembro, o Jornal “O Imparcial” publicou uma notícia intitulada “PT está mais sujo do que pau de galinheiro”. A matéria dava conta de todas as mazelas do governo Dilma, que, naquele momento, não conseguia governar em paz. Outra, datada do dia 13 de janeiro de 2016, tem como título. “Dilma, peça licença ao Lula e saia do governo!”.

Só para não ficar nas mais antigas, notícia veiculada no dia 23 de novembro do ano passado, sob o título: “Lula, Dilma, Palocci, Mantega e Vaccari no banco dos réus pelo ‘Quadrilhão do PT’”, foi uma das matérias mais vistas e comentadas de 2018. Aliás, naquela altura, as acusações eram de que “O Imparcial” era um jornal de ‘direita’ e fazia campanha para Jair Bolsonaro (sic).

Charges
Nos procuraram também para falar a respeito das charges, dizendo que elas pregam desrespeito e falta de profissionalismo. O que deve se entender é que, de fato, a maioria das charges tem como alvo o presidente Jair Bolsonaro. Porém, esse é um processo perfeitamente normal, tendo em vista que, devido ao cargo que se ocupa, ele (o presidente) é o bode expiatório para os desenhos, pois é para isso que as tirinhas são feitas. Para tratar com humor e comicamente um fato ou um personagem de destaque. Essa, inclusive, é a razão de sua existência. Afinal, em um mundo onde a maioria das notícias é triste, porque não dar risada com uma caricatura?

Vale lembrar que o bom humor e o bom senso são inerentes ao bom relacionamento entre pessoas de pensamentos e posicionamentos diferentes.

Dengue
Talvez tomado pela onda de achar que o jornal só propaga notícias falsas, as pessoas também têm questionado o número apresentado de confirmações em relação à dengue. O importante dizer é que, o jornal apenas repassa a informação, que é colhida pela Prefeitura Municipal. Ela, inclusive, repassa a outros órgãos de imprensa, não somente a nós. Por isso, é descabida a reclamação que passamos um número que não é o verdadeiro. Aqueles são dados oficiais obtidos, não podemos nos basear em “achismos”.

 

Em virtude de tudo o que foi dito, o Jornal “O Imparcial” mais uma vez ressalta que seu compromisso é apenas com os leitores araraquarenses, sempre agindo com imparcialidade, isenção, credibilidade e responsabilidade acima de tudo. Nosso compromisso é com você, que há 89 anos sabe que Araraquara tem um impresso que se firma na verdade. 89 anos não são 89 dias, o jornal está na sua 4ª geração, e sempre foi pautado pela admiração e o respeito ao povo araraquarense.

O Jornal “O Imparcial” não vai mudar sua linha editorial, não vai mudar sua maneira de pensar e agir, vai sempre, com idoneidade, criticar o que está errado e realçar o que está certo. Foi isso que fez o jornal passar todas as barreiras e chegar até aqui, levando a você, caro leitor, as notícias e a melhor cobertura de Araraquara e região.

Estamos abertos a críticas, pois é assim que crescemos e nos aperfeiçoamos a ponto de sermos lidos todos os dias até mesmo por quem não concorda com a nossa linha editorial.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade