Selecione a página

Encontro de Contas – Araraquara tem créditos a receber do INSS

Após decreto de Michel Temer, chega ao fim celeuma da dívida da prefeitura de Araraquara com a Receita Federal

Encontro de Contas – Araraquara  tem créditos a receber do INSS

Suze Timpani

Após anúncio do presidente Michel Temer, nessa segunda-feira (19), sobre a efetivação do Encontro de Contas foi publicado, no Diário Oficial da União, decreto regulamentando o Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária Municipal (CRDPM), vinculado à Secretaria de Governo da Presidência da República e ao Ministério da Fazenda.
De acordo com o Decreto 9.568/2018, o CRDPM será responsável pela análise comparativa dos débitos e créditos previdenciários dos Municípios e do Regime Geral de Previdência Social (RGPS). A regulamentação ocorre mais de um ano após publicada a Lei 13.485/2017, que trouxe nos artigos 11 e 12 a necessidade de criação de um Comitê para atender reivindicação de 15 anos dos gestores municipais.

Débitos e créditos
Segundo estimativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM), os Entes municipais brasileiros têm uma dívida de R$ 48 bilhões com o Regime Geral de Previdência Social – já abatidos os descontos em juros e multas da última renegociação aprovada no Congresso Nacional. Vale lembrar que a proposta também concedeu parcelamento em até 200 meses. Um Encontro de Contas se faz necessário e urgente no atual cenário de crise fiscal e de comprometimento da previdência no orçamento, pois os “Municípios têm créditos a receber da União”.

O ex-prefeito Marcelo Barbieri que fez parte da reunião e atuou junto ao Governo Federal para esse encontro, falou com exclusividade ao Jornal O Imparcial e explicou que, na prática, isso significa que o governo federal reconhece que tem dívidas com os municípios. “Para Araraquara que está nesse processo de acerto dessas dívidas, mostra que a cidade nada deve à União, inclusive essa dívida que foi confessada pela atual gestão, ela não existe. Agora com esse sistema, será possível Araraquara reivindicar uma reunião de encontro de contas com a Receita Federal, para poder receber de volta o dinheiro que foi cobrado ilegalmente sobre as verbas indenizatórias”, disse o ex-prefeito.
Barbieri ressalta ainda que os servidores municipais de Araraquara, bem como em todo o Brasil, têm direito a receber também esse dinheiro, já que houve um desconto de 11% erroneamente. Agora terão o direito de ser ressarcidos.
O ex-prefeito diz ainda que Araraquara e outros municípios saem fortalecidos, e que acertadamente na época em que foi prefeito, não recolheu verbas que são comprovadamente ilegais pelo STF e que estavam proporcionando um enriquecimento ilícito ao Governo Federal.
“Foi uma grande conquista de todos os municípios, mas principalmente para Araraquara, que tem muito a ganhar com esse encontro de contas, e vai beneficiar a cidade. Araraquara não tem dívidas com o INSS como divulgado equivocadamente e, sim, créditos que irá receber de maneira justa”, finalizou Barbieri. (Com informações da Agência de Notícias da CNM).

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade