Select Page

Ataque a site para inscrições no Mais Médicos, é investigado pelo Ministério da Saúde



Página recebeu mais de um milhão de acessos, mais do que o dobre do quantitativo de médicos em atuação no País

Ataque a site para inscrições no Mais Médicos, é investigado pelo Ministério da Saúde

 

 

O site do programa Mais Médicos saiu do ar três horas após o início das inscrições no novo edital de contratação de profissionais após a saída de Cuba. O Ministério da Saúde diz que o grande número de acessos simultâneos recebido no sistema é “característico de ataques cibernéticos” e está investigando o caso.

A pasta afirmou ter recebido um milhão de acessos, mais do que o dobro do quantitativo de médicos em atuação no País. Apenas na primeira hora de início da inscrição, foram recebidas 2 mil inscrições, segundo a pasta. O prazo é até o dia 25 de novembro e o início das atividades está previsto para 3 de dezembro, até o momento já são mais de 3 mil inscritos.

Primeiro, o governo afirmou que o sistema estava instável em função do “grande número de acessos”. Segundo a pasta, desde terça-feira, 20, foi registrado 1 milhão de acessos. Depois, ministério informou que investiga suspeita de ataque ao site.

O ministério sugere que interessados devam manter a tentativa de acesso. Não haverá alteração do cronograma de inscrição,

 

Em nota, a Associação Médica Brasileira (AMB) diz ver com preocupação a instabilidade no site e diz que vai solicitar a prorrogação do prazo para inscrição.

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 20, edital para selecionar profissionais que queiram aderir ao programa Mais Médicos. Serão ofertadas 8.517 vagas, das quais 8.332 abertas em decorrência da saída de médicos cubanos do programa, que devem deixar o País até o dia 12.

(Com informações do Estadão)

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos