Selecione a página

Assistência Social reforça acolhimento à população em situação de rua no inverno

O objetivo é sensibilizá-los para que aceitem o serviço de acolhimento oferecido pelo Município

Assistência Social reforça acolhimento à população em situação de rua no inverno

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, intensifica no inverno a busca ativa da população em situação de rua, com a equipe do Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas). O objetivo é sensibilizá-los para que aceitem o serviço de acolhimento oferecido pelo Município.

Em entrevista na quinta-feira (4) ao programa ‘Canal Direto’, a coordenadora de Assistência e Desenvolvimento Social, Maria Cecília Sambrano, deu mais detalhes sobre estes serviços. Segundo ela, Araraquara possui atualmente, entre seus equipamentos, a Casa Transitória, que funciona de segunda a sexta-feira, a partir das 16 horas, e aos finais de semana e feriados, durante 24 horas. As pessoas acolhidas têm direito a roupas, pernoites e café da manhã, além de acompanhamento de uma assistente social, que analisa a situação de cada uma delas.

Também possui o Centro Pop, espaço que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16hs, oferecendo oficinas de convivência e encaminhamentos para a pessoa recuperar a documentação pessoal. Este serviço também encaminha as pessoas para tratamento de saúde, inclusive ao Caps AD, que atende dependentes químicos; ao programa EJA, de Educação de Jovens e Adultos, ou a programas sociais da Prefeitura.

Já as equipes do Seas atuam diariamente no período matutino e noturno, incluindo fins de semana e feriados, circulando por pontos estratégicos da cidade, como praças públicas, proximidades de restaurantes e bares, Terminal Central de Integração e Rodoviário, para oferecer os serviços de acolhimento.

Todas as ações envolvem também outras organizações da sociedade civil, como Associação São Pio e Sacrário do Amor, além dos grupos de apoio.

O trabalho também conta com a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) para a produção de textos e materiais da campanha.

Acolhimento
Ainda segundo Maria Cecília, existe uma parcela dessa população que recusa os serviços, mas o setor de abordagem busca sensibilizá-los sobre a importância do atendimento. Quando isso ocorre, principalmente nessa época do ano, com as temperaturas mais baixas, são oferecidos cobertores e agasalhos. Outra parte desses moradores, entretanto, busca pelos serviços de forma espontânea.

Com idades variando entre 25 e 45 anos, a maioria das pessoas em situação de rua hoje é composta por dependentes químicos, conforme os dados, embora exista também uma parcela que vive nessas condições por conta do desemprego ou de conflitos familiares.

Maria reitera que a colaboração da população é muito importante neste período. Ela destaca ainda que qualquer pessoa pode acionar o Seas, caso queira comunicar alguma pessoa em situação de rua, através do telefone (16) 3336-7510.

A campanha “Vamos quebrar o Gelo”, desenvolvida pela Secretária de Comunicação, em parceria com a de Assistência e Desenvolvimento Social, está divulgando estes serviços, por meio de cartazes afixados em ônibus, postos de saúde e outros locais estratégicos da cidade.

A Secom também produz cards alusivos ao tema, disponibilizados nas plataformas digitais ou redes sociais da Prefeitura.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade