Select Page

Araraquara está entre as 100 melhores cidades para fazer negócio no Brasil



Trezentos e trinta municípios participaram do estudo que avalia as cidades mais atrativas

Araraquara está entre as 100 melhores cidades para fazer negócio no Brasil

Em 2018, Araraquara ocupou o 73º lugar no Ranking Melhores Cidades para Fazer Negócio no Brasil. O resultado representa uma queda na posição do município, que em 2017 ocupava o 59º lugar. A classificação faz parte de um estudo produzido anualmente pela Urban Systems para a revista Exame, que avalia quais as cidades mais atrativas para o desenvolvimento de negócios, identifica as melhores oportunidades de crescimento e sintetiza uma grande variedade de informações populacionais, comerciais, urbanísticas, econômicas e infraestruturais. Ao todo foram analisados 310 municípios, com mais de 100 mil habitantes.

O ranking também é dividido em quatro tópicos: desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e infraestrutura. Na categoria desenvolvimento social, é avaliado o desempenho dos negócios na cidade, com base em indicadores sociodemográficos e econômicos, de educação, de saúde e de segurança, neste quesito, Araraquara melhorou sua posição, passando de 21º lugar em 2017 para 17º em 2018.

Observado os indicadores de infraestrutura, a cidade caiu da 33ª posição em 2017 para 34ª em 2018. Nessa categoria são analisados itens, como distribuição de água, por exemplo, até questões relacionadas à telecomunicação, que facilitam o desenvolvimento de empresas e negócios nas cidades. Para Délis Magalhães, economista do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio), “é muito importante que a cidade apresente condições estruturais favoráveis para a abertura de novas empresas”, afirma.

O índice de capital humano foi o que mais apresentou mudança: A cidade caiu da 24ª posição para 51ª em 2018. Foram analisadas questões sociodemográficas, econômicas e do setor de educação, em diferentes níveis de ensino, contrapondo não apenas a oferta do capital humano atual, como também com um olhar para o cenário futuro.

Para a economista, o capital humano é uma condição fundamental para uma empresa, independente do nicho de atuação, optar por investir seus recursos no município, por estar relacionado com a capacitação da mão de obra existente. “A qualificação é um fator determinante para o sucesso dos negócios, não importando o perfil do emprego”, ressalta. Délis acrescenta ainda que a análise de dados e informações socioeconômicas é fundamental para o balanço entre os pontos fortes e fracos de cada município. “Araraquara é uma cidade com alto potencial de crescimento, o que torna extremamente importante a geração de ações para aprimorar as áreas que mais necessitam” revela a economista.

Para criar um ambiente de negócios favorável ao desenvolvimento sustentável, é essencial a integração e colaboração entre os diferentes agentes econômicos, como empresas privadas, instituições de ensino e tecnologia e instituições de crédito. Além disso, as parcerias público-privadas podem ser muito benéficas nesse sentido, colaborando com a criação de redes entre eles, produzindo respostas mais assertivas aos problemas levantados.

Metodologia

O ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios é calculado através da metodologia de análise estatística chamada: IQM® – Índice de Qualidade Mercadológica. O cálculo do Índice Mercadológico permite que se parta de valores específicos de cada informação que variam em natureza, complexidade e unidades de medida, para se chegar a valores ponderados que podem ser analisados em uma mesma equação. A base comum possibilita que importantes fatores sejam cruzados entre si, permitindo uma análise consistente da dinâmica do mercado.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos