Selecione a página

Zoonoses: Nascimento x Farias

A Prefeitura de Araraquara transferiu para um canil particular alugado 34 cães saudáveis

José A.C. Silva

A sessão de ontem da Câmara contou com a presença de funcionários do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Célia e Rafael e também do secretario do Meio Ambiente José dos Reis Santos Filho, que fizeram uso da tribuna popular da Câmara Municipal. Explicaram que os maiores culpados são os araraquarenses, que soltam cachorros e gatos na rua. “Para se ter uma ideia, tem um cachorro da raça pit bull que já mordeu todo mundo no centro de zoonoses, inclusive o dono 7 vezes, o prazo para ficarmos com os animais é de 72 horas’, disse Celia. O veterinário Dr. Rafael explicou que a maior parte dos cachorros que chegam no CCZ é formada por animais acidentados, precisando ser sacrificados.

Mais uma vez a sessão da Câmara ficou tumultuada, entre situação e oposição. “Fico constrangido com está situação, quem deve explicações à sociedade é o prefeito e não os profissionais da área, nesta quarta-feira o Ministério Público vai dar um parecer”, comentou Nascimento. O líder do executivo na câmara, João Farias rebateu, “são profissionais da prefeitura porque tanto constrangimento, se não estivessem aqui também teria questionamento, por que o nobre vereador Nascimento está tão bravo, acho que ele deveria tomar a vacina contra raiva”.

A sessão ficou pesada, foi falado que o cachorro Gabriel foi assassinato, foi rebatido que a culpa não é somente da prefeitura. “As pessoas que não cuidam dos animais deveriam ser presas, têm pessoas que contrariam a lei que diz e que é permitido no máximo 5 cachorros por residência, e ainda soltam os cachorros na rua”, comentou o aniversariante Serginho.

A Prefeitura de Araraquara transferiu para um canil particular alugado 34 cães saudáveis e quem tem que cuidar e a prefeitura, tem pessoas que tem mais de 5 cachorros dentro de casa, a lei só permite 5”, falou o aniversariante Serginho. Fazendo uso da tribuna popular, o secretário do Meio Ambiente, José dos Reis, disse que parte dos animais que estão no Centro de Controle de Zoonoses será transferida para um local no Pinheirinho até a construção do novo abrigo. O objetivo dessa separação é não contaminar os animais saudáveis.” Castramos muitos animais, superamos a meta,não foi possível um nível maior de castração por causa cilomose, uma doença contagiosa que mata os animais durante a cirurgia”, disse o secretário.
Reis garante que todos os animais que chegarem ao CCZ passarão por uma triagem para verificar o estado de saúde deles. “Os doentes ficarão em quarentena. Em seguida, serão transferidos para o canil particular e, conforme surgir vagas no abrigo da Gerência de Saúde Animal, eles serão transferidos para lá”, explica.
Segundo a vereadora Juliana Damus, as obras da construção do novo canil tiveram início nesta terça-feira (26). O canil tem capacidade para abrigar 50 animais, entre cães e gatos.
Uma petição pública na internet, organizada por ONGs de defesa animal da cidade, exige a troca da gestão do CCZ após a constatação de maus-tratos no local. Na semana passada, as voluntárias denunciaram a morte de sete cães por frio e mostraram as condições precárias em que os bichinhos estavam vivendo dormindo em chão molhado e aração contamina por fezes e urina- sem as mínimas condições. A petição conta com quase nove mil assinaturas, questionado sobre a possibilidade de mudança na gestão do local, Reis foi informou que não vai haver troca de gestão.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade