Selecione a página

Vigilância retira 18 toneladas de inservíveis de casa de acumuladores na Vila Xavier

A ação, que lotou 8 caminhões, foi resultado de uma denúncia feita por um munícipe nas redes sociais da Prefeitura

Vigilância retira 18 toneladas de inservíveis de casa de acumuladores na Vila Xavier

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde concluiu nessa terça-feira (28) a remoção de 18 toneladas de materiais inservíveis de uma residência localizada na Vila Xavier, na Avenida Plínio de Carvalho. Além dos agentes de controle de vetores, grupos de apoiadores de combate à dengue participaram da ação. A ação foi resultado de uma denúncia feita por um munícipe nas redes sociais da Prefeitura.

De acordo com Rodrigo Contrera Ramos, coordenador executivo de Vigilância em Saúde, foram feitas cinco visitas no local, onde residem três irmãos idosos, acumuladores compulsivos.

Foram utilizados 8 caminhões para a retirada dos inservíveis

“Na primeira visita, no dia 14 de maio, fizemos uma vistoria e identificamos criadouros do mosquito Aedes aegypti; pelo menos 6 focos, que foram eliminados. Depois voltamos mais quatro vezes para limpar todo o imóvel, que estava lotado de inservíveis, na parte externa e também no interior da casa”, afirmou ele.

Ao longo dessa limpeza, as 18 toneladas de material lotaram 8 caminhões da Prefeitura.

Ainda segundo o coordenador da Vigilância, os três irmãos possuem renda, mas sofrem do transtorno e, por isso, após a conclusão da limpeza, uma assistente social do município será comunicada do problema e deverá visitar a família nos próximos dias.

A intervenção das equipes da Vigilância em Saúde em residências de acumuladores compulsivos é um problema recorrente, que ficou ainda mais em evidência por conta do trabalho intensivo de combate à dengue feito pelas equipes de vetores nos bairros.

“Eles sofrem de uma doença séria; são acumuladores e precisam desse apoio”, defende Ramos. “É um problema que estamos encontrando com frequência; a maioria dos acumuladores na cidade é idoso, vivendo em situação precária. Isso é muito preocupante”, apontou ele.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade