Selecione a página

Vereadora insiste na instalação de aparelho desfibrilador

Medida objetiva melhorar a estrutura de atendimento de emergência na saúde

Vereadora Juliana DamusA vereadora e vice-presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Juliana Damus (PP), fez solicitação a algumas autoridades para que seja criado um dispositivo legal que obrigue locais públicos ou privados, repartições públicas e empresas, a manterem instalados em suas dependências o aparelho DEA – Desfibrilador Externo Automático. A vereadora repete o pedido já feito no ano de 2008. A medida seria obrigatória, desde que os locais possuam circulação média diária igual ou superior a 1,5 mil pessoas.

O requerimento foi entregue ao presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Barros Munhoz, vereadores da casa de leis de todo o Estado, deputados estaduais que representam a cidade, Edinho Silva (PT) e Roberto Massafera (PSDB), lideranças partidárias da Assembléia Legislativa e entidades representativas de todo o Estado de São Paulo.

O objetivo da ação é fazer com que se tenham melhorias na estrutura de atendimento de emergência na saúde pública do Estado, com a disponibilização do atendimento de suporte básico de vida para atender a toda a população. As estatísticas prevêem que os locais que tiverem uma concentração habitual muito grande são propícios a ter um número maior de pessoas vitimadas por mau súbito decorrentes de parada cardíaca.

A idéia da parlamentar é baseada em uma iniciativa do deputado estadual Olímpio Gomes, e totalmente direcionado ao interesse público da preservação da vida, pois, colocar essa medida em prática através do RCP – Pronto Atendimento de Ressuscitação Cárdio Pulmonar e desfibrilação irá proporcionar à vítima maiores chances de sobrevivência.

“Ter boas condições dentro da saúde é um direito de todos nós e dever do Estado de melhor executála, porque garantindo o bom atendimento nas políticas sociais e economia de nossa região, é promover a saúde humanitária, ações e serviços de promoção e recuperação da saúde pública”, ressaltou Juliana.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade