Select Page

Vereador pede mais visibilidade para artesãos que trabalham na rua



Artesãos terão cadastro

 

Carlos Nascimento (PT) defende valorização de membros da co- munidade hippieO vereador Carlos Nascimento (PT) quer mais visibilidade para os membros da cultura hippie que trabalham na venda de produtos artesanais nas ruas do centro da cidade. “As oito famílias que trabalham nessa atividade entraram em contato com o gabinete pedindo uma articulação com o Executivo”, explicou o vereador.

De acordo com ele, os artesãos terão cadastro na Secretaria Municipal de Cultura e farão parte também da Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco).

Atualmente, eles participam também da campanha articulada pela sociedade que visa ao incremento de recursos para a cultura. Hoje o repasse gira em torno de 1,8% do Orçamento da Prefeitura de Araraquara, mas o movimento busca alcançar os 3%.

Nascimento lembrou que a cultura é um meio pelo qual muitos jovens se afastam da criminalidade e também a melhor ferramenta de ressocialização após o contato com situações infracionais.

Atualmente, o grupo organiza feiras de artesanato em determinados pontos da principal rua do comércio de Araraquara, a Rua Nove de Julho (Rua 2), em especial entre as avenidas Espanha e Feijó. A renda dessas famílias com a venda de produtos feitos manualmente gira em torno de um salário mínimo, mas pode variar conforme o mês. “Em época de festas, como o Natal, por exemplo, conseguimos arrecadar um pouco além do que nos meses normais”, afirmou a artesã Tauana.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos