Selecione a página

Turma de 1969 do Tiro Guerra 02-002 comemora 50 anos de formatura

O Tiro de Guerra de Araraquara é o mais antigo em atividade no Brasil

Turma de 1969 do Tiro Guerra 02-002 comemora 50 anos de formatura

José Augusto Chrispim

 

Na última sexta-feira (6), foi realizada a confraternização de 50 anos de formatura do Tiro de Guerra – turma de 1969. O evento ocorreu no Restaurante Cidinho, com a presença de cerca de 90 pessoas, entre 40 ex-atiradores e familiares.

A comissão da organização dos festejos foi composta por João Luiz Ultramari, Luiz Antonio Stucchi e Antonio Luiz Borsari. O encontro contou com ex-atiradores que hoje moram nas cidades de Cuiabá (MT), Campinas, Borborema, Boa Esperança do Sul e São Paulo.

Na ocasião, o escritor e professor de oratória Reinaldo Polito, entregou dois exemplares de livros para cada participante, tendo si do realizado também o sorteio de livros de João Luiz Ultramari e de prêmios aos presentes, como camisetas da Academia Luiz Antonio Basolli, da cidade de Campinas, CD do cantor Armando Albino Junior da cidade de Mogi das Cruzes (que não pôde estar presente, pois tinha compromisso profissional no dia), além de canetas sorteadas por Antonio Luiz Borsari.

 

Entrega de diploma

A Delegacia Militar, através do 1º Tenente Cesar Ricardo Velasque Trindade, entregou um diploma comemorativo aos antigos atiradores presentes ao encontro.

O vereador e presidente da Câmara Municipal, Tenente Santana (MDB), também participou do evento e apresentou requerimento sobre o encontro, ressaltando que “mais do que uma obrigação para com a Pátria, o Serviço Militar é de extrema importância, sendo decisivo na formação moral do cidadão e que a turma de 1.969 é um ótimo exemplo de que o Serviço Militar é um importante aliado na formação de grandes homens”.

 

Missa

No sábado, às 19h30, os ex-atiradores também participaram da missa em comemoração aos 50 anos dos formados do Tiro de Guerra de Araraquara – Turma do ano de 1.969 e em memória dos 45 colegas falecidos.

 

Memória

Membros da turma se reúnem na primeira quarta-feira de cada mês, há vários anos, para relembrar os 10 meses do Tiro de Guerra da última turma formada na Rua Expedicionários do Brasil, esquina da Avenida Feijó, cujos instrutores eram os sargentos Gabriel, Guedes (já falecidos) e Ury.

 

Próximo encontro

De acordo com os organizadores, houve confraternização a cada 10 anos com a turma inteira, mas foi decidido que o próximo encontro seja realizado daqui a 5 anos, pois todos os participantes têm 69 anos de idade.

“Foi uma noite inesquecível para os atiradores e seus familiares e aos tenentes presentes Cesar e Santana”, ressaltaram os organizadores.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade