Select Page

TRT declara greve dos servidores abusiva



O SISMAR e alguns servidores lotaram um ônibus que saiu da prefeitura rumo ao TRT de Campinas

Servidores em frente à PrefeituraJosé AC Silva
Texto e fotos

De acordo com sindicalistas, ontem haveria uma nova mobilização em frente à Prefeitura Municipal com uma quadrilha de festa junina e o enterro simbólico do prefeito Marcelo Barbieri, sendo que não teve. O SISMAR e alguns servidores lotaram um ônibus que saiu da prefeitura rumo ao TRT de Campinas. O jurídico da prefeitura, através da assessoria de imprensa, informou o parecer do Tribunal Regional do Trabalho, sendo considerada a greve abusiva.

O jornal O Imparcial sempre lutou pelos servidores, não tendo nada contra o SISMAR, mas infelizmente alguns dos sindicalistas forçaram a prefeitura de maneira incorreta, ofendendo vereadores e a imprensa, faltando habilidade nas negociações. A prefeitura já havia informado que já tinha atingido o limite financeiro conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal, faltando por parte do sindicato inteligência para conquistar mais alguma coisa para os servidores.

O Dr. Ricardo Santos, do departamento jurídico da prefeitura, deixou patente que não havia descartado a reivindicação da categoria de diminuição da jornada de trabalho de 8 para 6 horas. O sindicato além de ter perdido suas reivindicações vai ter que pagar por ordem do Desembargador do TRT de Campinas a quantia se 2 mil reais desde o início da greve em 11 de maio. Foi estabelecido que este valor que totaliza 56 mil reais será entregue para o hospital Santa Casa de Araraquara, pelo não cumprimento dos 40% de manutenção dos servidores em cada função. Os servidores devem voltar rapidamente ao trabalho, acabando com a greve. O descumprimento terá por ordem do TRT multa de 10 mil reais por dia.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Culpado

Publicidade

Arquivos