Select Page

Sete milhões de brasileiros pedem impeachment de Dilma



Não faltaram elogios a Sérgio Moro e protestos contra Eduardo Cunha e Renan Calheiros

José A C Silva
Nesse domingo (13), sete milhões de brasileiros protestaram contra a corrupção no Brasil. Em Araraquara, foram para as ruas cerca de dez mil pessoas e o alvo principal foi o PT.
Os manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma e cadeia para Lula. Na concentração no Parque Infantil a atração foi o boneco “Pixuleco” de cinco metros de altura, além de centenas de bonecos menores da presidente e do ex-presidente, o ato seguiu até a Prefeitura Municipal.
Os manifestantes proferiram frases de impacto como “Lula nove dedos na cadeia” e “Fora Dilma”, mas também não faltaram elogios ao juiz Sérgio Moro e protestos contra Eduardo Cunha e Renan Calheiros. Não escaparam dos protestos também o governador de São Paulo Geraldo Alckmin e o senador Aécio Neves, ambos do PSDB.
Cada vez mais a classe política vem caindo no descrédito, ao ponto de pedirem socorro aos Militares. Os presídios brasileiros estão lotados, hoje a Polícia Federal tem alcançado uma multidão de corruptos e corruptores que no fim dos processos não vão caber nas casas de detenção. Atualmente, por unanimidade o povo clama por justiça. “Está na hora se soltar os ladrões de galinhas e colocar os verdadeiros ladrões nas cadeias”. O Senado, a Câmara e o Palácio da Alvorada dariam bons presídios, iniciando suas atividades lotados.
Juíza dá arrego
A juíza Maria Priscilla Veiga Oliveira, que estava incumbida de decidir sobre o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decidiu ontem (14), transferir o caso ao juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, tocada por procuradores e pela Polícia Federal. O caso irá da 4ª Vara Criminal da capital paulista à 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), onde tramita a operação.
Triplex e sítio
Lula solta o veneno contra Moro e a Polícia Federal: “Me senti ultrajado como se fosse um prisioneiro, apesar do tratamento cortês dos delegados da PF. Se quiseram matar a jararaca não bateram na cabeça, acertaram o rabo. E a jararaca está viva como nunca esteve”. Ontem saiu o conteúdo do depoimento prestado à Polícia Federal no aeroporto de Congonhas, após ter sido alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato, no dia 4 de março, o ex-presidente Lula disse que optou por não comprar o apartamento em Guarujá, por considera-­lo inadequado para viver com a família, e afirmou que a investigação contra ele é uma “sacanagem homérica”. Lula chamou o imóvel de 215 metros quadrados de triplex “Minha Casa Minha Vida”, por ser pequeno e ter escadas demais. A Lava Jato apura se empreiteiras – entre elas a OAS – e o pecuarista José Carlos Bumlai, favoreceram Lula por meio do apartamento e de um sítio em Atibaia (SP), o líder maior do PT negou que as duas propriedades sejam dele.
Gozação
Já que o ex-presidente não tem casa, poderiam conversar com o Alckmin para ajeitar um lugar no Butantã para a “Jararaca”. Apesar de que tem cobra que engole cobra, caso da serpente de Moisés que engoliu a do Faraó. Na manifestação em Maceió teve jararaca gigante com a cabeça do ex-presidente Lula.
Falando sério
Se fizermos uma análise por merecimento, São Paulo deveria ser a capital do Brasil, mas acredito que os estados que compõem a Confederação deveriam ter total autonomia. Cada estado tem sua aptidão, uns para indústria, outros agricultura, pecuária ou turismo. Esta medida facilitaria a fiscalização, eliminando grande parte dos ‘marajás’ que, infelizmente ainda dominam o país. Podem ter certeza que desta forma em poucos anos seriamos uma Europa. A população clama por “Reforma Já”.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos