Selecione a página

Serginho mostra projeto de lei à classe patronal

Vereador quer a redução de jornada de trabalho aos sábados

Vereador Serginho entrega projeto a Toninho Deliza, presidente do SincomércioO vereador peemedebista Serginho Gonçalves reuniu-se na manhã de ontem, com dirigentes do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio). Na pauta da conversação a apresentação do projeto de lei de sua autoria que delimita um novo espaço de tempo no horário de atividades dos comerciários aos sábados, proposto pelo vereador e que vem recebendo manifestações positivas de por parte da categoria.

Presentes na sede do Sincomercio, o presidente da entidade patronal Antonio Deliza Neto, 1º secretário Ivo Dall`Acqua Junior, também presidente do Conselho das Relações de Trabalho da Federação do Comércio do estado de São Paulo, tesoureiro Laercio Grili Grande, e o assessor jurídico, Iran Carlos Ribeiro, que recepcionaram além do vereador, o vice-presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Araraquara e Região, José Vicente Piccionieri, e o tesoureiro, José Armando.

Em sua primeira intervenção o secretário Ivo Dall`Acqua afirmou ser o horário fruto de negociação coletiva, e engessar o relacionamento seria andar na contramão, pois a geração de emprego depende de investimento. Já o tesoureiro Armando lembrou que anteriormente o horário era das 8 às 12, e todos ganhavam bem. “Vivenciamos a experiência de fechar às 17 horas, por que não fazemos a experiência de parar às 13 horas?”, sinalizou acentuando que no início a idéia de esticar o horário era experimental.

Para o presidente Deliza, empresário e representante da categoria com 32 anos no comércio, hoje a realidade é outra, e dentro de cinco anos todas as compras serão feitas pela Internet, conjunturas a serem avaliadas com muita propriedade. “Não vamos contentar uma categoria e descontentar gama imensa da população”.

A consideração de ambas as partes foram sinalizadas pela necessidade de amplo debate sobre o assunto, inclusive remetendo o projeto a cada assessoria jurídica. “Esta reunião teve como meta receber a proposta do vereador Serginho, agora vamos analisar junto à assessoria jurídica”, afirmou Deliza, idêntica posição adotada por Piccionieri.

Para Serginho é importante aprofundar a discussão inclusive para obter subsídios que venham a contemplar a todos, prodigalizando melhorias no horário de trabalho dos empregados no comércio, e respeito à população, cliente em potencial, alavanca do desenvolvimento do progresso citadino.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade