Select Page

Santa Casa é certificada como hospital de ensino



Hospital de ensino tem metas a cumprir dentro de um programa de padronização de assistência

Santa Casa agora é um hospital de ensinoJosé Ângelo Santilli

A Santa Casa de Araraquara foi certificada ontem como hospital de ensino por uma comissão formada pelos ministérios da Educação e da Saúde. O provedor do hospital Valter Cury Rodrigues e o reitor da Uniara, Luis Felipe Cabral Mauro receberam a notícia, via telefone, no final da tarde de ontem. Membros da comissão estiveram na Santa Casa no início deste ano verificando as condições do hospital e documentação e o reconhecimento foi definido ontem.

O coordenador pedagógico do curso de Medicina da Uniara, professor Pedro Onofre disse que com a certificação a Santa Casa se insere no quadro de hospitais de ensino do país, que não são muitos. “Em agosto do ano passado, no estado de São Paulo, havia 37 hospitais de ensino no estado de São Paulo”, disse.

Com a certificação, a Santa Casa passa a integrar programas e receber incentivos, além de estar apta a pleitear aumento de percentual no repasse de procedimentos realizados no hospital.

A Residência Médica e a existência de curso de medicina são pré-requisitos para a certificação.

“O hospital de ensino tem metas a cumprir dentro de um programa de padronização de assistência adequada e a comissão faz visitas periódicas para verificar o cumprimento das metas estabelecidas”, disse o professor.

Protocolos Médicos
O Corpo Clínico da Santa Casa de Araraquara em conjunto com a Faculdade de Medicina (UNIARA) vai realizar a 1º reunião para implantação dos Protocolos Médicos do complexo hospitalar, nesta quinta-feira, 14, às 19h30, na capela do hospital. Com essa ação, pretende-se padronizar todas as condutas e procedimentos assistenciais visando à segurança e o bem estar do paciente.

Os protocolos vão permitir a integração dos diversos setores do hospital assim como agilidade em suas tarefas (emergência, enfermarias, laboratórios, diagnóstico por imagem, hemocentro, etc.) possibilitando o desenvolvimento setorial a partir das novas necessidades geradas.

Outra grande vantagem com a institucionalização das condutas é permitir a comparação com outros centros de referência buscando otimização da qualidade na assistência.

Mensalmente, profissionais do corpo clínico responsáveis por diferentes especialidades apresentarão a sua sugestão de protocolo que deverá ser discutida com os demais membros da assistência hospitalar.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos