Select Page

Advertisement

Primeira Feira do Produtor Rural no Valle Verde agrada moradores



Os produtos vêm direto do campo para a feira, com preço mais acessível

Primeira Feira do Produtor Rural  no Valle Verde agrada moradores

Publicidade

Advertisement

Com 12 barracas repletas de hortaliças, legumes e frutas, a primeira edição da Feira do Produtor Rural, realizada nessa terça-feira (3), no estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA Altos do Selmi Dei), região nordeste de Araraquara, agradou a população e produtores rurais. O evento ocorre na Rua Henrique João Batista Crisci, 1160, Valle Verde, às terças-feiras, das 16h às 20h, ao lado da UPA.

 “Por ser o primeiro dia, tivemos um movimento excelente. Está é uma oportunidade para que a população da região tenha acesso a produtos de qualidade com bons preços”, enfatizou o vice-prefeito e secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, Damiano Neto, que interagiu com todos os produtores rurais.

Segundo a coordenadora municipal de Agricultura, Silvani Silva, a feira no

Valle Verde foi uma demanda proposta na Conferência Municipal da Agricultura, realizada em agosto do ano passado na cidade. “Uma demanda antiga da população, que contempla os bairros mais afastados da região central com produtos colhidos no mesmo dia da feira. Existe uma enorme variedade de legumes, hortaliças e frutas com mais sabor”, destaca Silvani Silva.

A dona de casa Ana Maria Silva Nicolau afirmou que soube da feira por meio de um grupo de WhatsApp e que o comércio perto de casa facilita a conservação dos produtos. “Antes eu comprava verduras e frutas no Terminal de Integração e a viagem prejudicava a qualidade. Agora está melhor para nós”, destacou Ana Maria ao lado da filha Keli Carol e do marido Jurandir Nicolau.

Segundo o engenheiro Agronômo do Itesp, Antonio do Carmo Maruccio, a feiras proporcionam uma renda diária para as famílias dos produtores e colaboram na fixação do homem do campo.

A iniciativa de expansão do programa Feira do Produtor Rural tem apoio da Prefeitura, Coordenadoria da Agricultura, Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), Senar, Sebrae, Faesp e Sindicato Rural de Araraquara.

Perspectivas

Os produtos vêm direto do campo para a feira, por isso, o preço é mais acessível, justifica o agricultor Marcelo Roberto dos Santos, do Assentamento Monte Alegre III. “Nós produzimos, colhemos e trazemos para a feira. Nesse primeiro dia, o movimento se deu por informações entre os moradores, e acredito que, em breve, irá aumentar a procura”, projetou, otimista.

Com irrigação e sistema agroecológico, a agricultora Luciene Bueno, do Assentamento Bela Vista, aprovou a feira na região nordeste. “Tem tudo para der certo e acredito que as vendas serão boas”, observou confiante.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Torcedor

Arquivos