Selecione a página

Presidente da ACIA participa do World Chambers Congress 2019

Presidente da ACIA participa do World Chambers Congress 2019

Com a participação do presidente da Associação Comercial e Industrial de Araraquara (ACIA), e vice-presidente da RA 18 (Região Administrativa 18) da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (FACESP), José Janone Júnior, terminou ontem no Rio de Janeiro, o World Chambers Congress 2019, maior fórum do setor de comércio e indústria do mundo.

Organizado pela International Chamber of Commerce (ICC), em parceria com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), o 11th World Chambers Congress representa um marco para o associativismo. Apenas para registro, a ICC é maior organização de negócios do mundo, representando mais de 45 milhões de empresas e 1 bilhão de trabalhadores em mais de 100 países, e a CACB defende os interesses do setor de comércio e serviços de todo o Brasil.

A World Chambers Federation (WCF) é uma rede global única de 12 mil câmaras de comércio, de mais de 125 países. Sua missão é oferecer uma ampla gama de produtos e serviços para ajudar as câmaras a entregar o melhor serviço possível para seus respectivos membros.

Na edição deste ano, o evento reuniu mais de mil lideranças empresariais e autoridades de diferentes países, naquele que foi o primeiro evento do gênero realizado na América do Sul. Janone integrou comitiva da FACESP e do SEBRAE no congresso.

A cerimônia de abertura do congresso contou com a participação do Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, do Prefeito Marcello Crivella, e de John Denton, Secretário Geral da Câmara Internacional do Comércio (ICC), além do O presidente do Conselho (chairman) da Federação Mundial das Câmaras de Comércio e presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Emirado de Dubai (Dubai Chamber), Hamad Buamim. O Ministro da Economia, Paulo Guedes, também teve participação na programação do evento.

Em seu discurso, Buamim destacou a importância das MPMEs (Micro, Pequenas e Médias empresas) que, segundo ele, são a espinha dorsal da economia mundial, pois representam, globalmente, 95% das empresas e são responsáveis por 60% dos empregos.
Buamim citou uma pesquisa global que demonstrou a falta de credibilidade da população mundial nas instituições. “Apenas 15% acreditam que o atual sistema esteja funcionando. Temos que trabalhar para promover um novo tipo de capitalismo para o século 21. Um capitalismo que coloque o planeta e as pessoas antes do lucro”, propôs.

Fazendo menção ao tema do Congresso – “Criando um futuro compartilhado” – frente aos desafios e oportunidades do século XXI, Hamad Buamim ressaltou que a colaboração entre o setor privado e governos, entre as nações, é fundamental para o desenvolvimento econômico e social global.
A próxima edição do Congresso será realizada em 2021 em Dubai.

Janone destacou a importância de representar a RA 18 (Região Administrativa 18) da FACESP e a ACIA no congresso. “É uma experiência rica participar de um evento do porte do World Chambers Congress e poder discutir o futuro da economia global com pessoas qualificadas como as que aqui estão. Com certeza teremos muito trabalho pela frente”, afirmou Janone.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade