Selecione a página

Prefeitura vai processar Roldan

“Marcelo Roldan representa o SISMAR e participará de todas as reuniões com a Prefeitura a partir de agora”, diz sindicato

A Prefeitura de Araraquara considera de extrema irresponsabilidade a postura do dirigente do Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região (Sismar), sr. Marcelo Roldan, que acusa de forma genérica servidores da Secretaria Municipal da Educação.
Segundo a prefeitura, o sr. Marcelo Roldan é ex-servidor municipal demitido a bem do serviço público com processo julgado em três instâncias da Justiça do Trabalho. Os casos de demissão a bem do serviço público são os considerados mais graves e não permitem o retorno do servidor aos quadros do serviço público.
De maio até este momento, foram cinco encontros entre Administração e Sismar com o objetivo de sugerir, discutir e propor melhorias para os servidores municipais. Todas as reuniões transcorreram normalmente, com civilidade e transparência.
Entretanto, a conduta do dirigente do Sismar compromete todo o processo de aproximação entre Administração e sindicato.
Dessa forma, a Administração decidiu cancelar qualquer negociação com o Sismar, pois as posturas do presidente e do vice-presidente do sindicato durante o ciclo de reuniões e aquela apresentada em público pelo dirigente em nome do Sismar são contraditórias e não demonstram seriedade e comprometimento do órgão sindical. Não há uniformidade nas ações do sindicato, que ao que parece, age de uma forma na mesa de negociações e se apresenta de outra perante aos servidores e sociedade.
O sr. Marcelo Roldan será processado criminalmente pelas leviandades proferidas na última sessão da Câmara Municipal.
A secretária da Educação, acompanhada de toda a equipe técnica da secretaria, irá até a Câmara Municipal na próxima terça-feira (15) para responder a todas as acusações falsas apresentadas pelo dirigente do Sismar.
Em resposta aos comentários do secretário municipal Aluízio Braz, o Boi, nos órgãos de imprensa da cidade, sobre o dirigente do SISMAR Marcelo Roldan, o Sindicato vem a público informar que:
1- Marcelo dos Santos Roldan é servidor municipal concursado e faz parte da direção do Sindicato. Foi eleito pela maioria dos associados e tomou posse em janeiro de 2012.
2- Ele foi demitido injustamente como resultado de um Processo Administrativo repleto de ilegalidades que estão sendo questionadas na Justiça. A acusação é ter falado alto e criticado seu superior no local de serviço. O processo judicial está transitando na Justiça. Um recurso será julgado em Brasília, porém sem data prevista para ocorrer.
3- Roldan prestou concurso novamente para Agente de Combate a Endemias e passou em primeiro lugar. A Prefeitura tentou recusar sua contratação, mas a Justiça concedeu um Mandato de Segurança que garantiu seus direitos. Ele já está realizando os cursos e avaliações preparatórias para começar o trabalho em breve.
4- Marcelo Roldan só não esteve presente nas negociações e reuniões com a Prefeitura ultimamente por exigência intransigente do próprio prefeito.
5- Porém, a partir de hoje, aceitando o convite feito por Boi pela imprensa, Roldan passa a participar de todas as reuniões com a Administração como representante do SISMAR, assim como qualquer outro dirigente do SISMAR poderá participar, se assim o Sindicato decidir.
6- Sobre “falou de orelhada”, “ter mais responsabilidade” e “jogou sem prova nenhuma”, restaram como comentários risíveis, uma vez que farta documentação (atas, notas e relatórios, todos assinados) foi entregue ao Ministério Público e à Polícia Federal assim que o Sindicato recebeu as provas, como já havia sido informado por Roldan na Tribuna Popular da Câmara.
7- Sobre “ser homem para estar lá”, consideramos um comentário machista do secretário, que se mostra despreparado para a função ao baixar o nível dessa forma no debate sobre um tema tão relevante para a sociedade quanto a merenda dos alunos da rede pública municipal.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade