Selecione a página

Prefeitura vai pagar funcionários da CTA em cinco parcelas

Depois de dois meses de espera pelos 300 funcionários da antiga Companhia Tróleibus Araraquara (CTA), a prefeitura de Araraquara fechou um acordo em assembleia realizada nessa segunda-feira (18), no CEAR, sobre o pagamento das rescisões trabalhistas. A proposta da Administração municipal foi o pagamento parcelado em cinco vezes. No acordo ficou acertado que o pagamento […]

Depois de dois meses de espera pelos 300 funcionários da antiga Companhia Tróleibus Araraquara (CTA), a prefeitura de Araraquara fechou um acordo em assembleia realizada nessa segunda-feira (18), no CEAR, sobre o pagamento das rescisões trabalhistas. A proposta da Administração municipal foi o pagamento parcelado em cinco vezes.

No acordo ficou acertado que o pagamento da multa de 40% do FGTS será feito em duas parcelas iguais, em 10 de agosto e 10 de setembro. Os funcionários continuavam recebendo os salários, pois ainda não haviam sido demitidos.

Além do Secretário de Negócios Jurídicos, Delórges Mano, e do Secretário de Finanças Roberto Pereira, membros do sindicato da categoria também participaram da assembleia.

A medida foi tomada depois que a Promotoria Pública vetou a venda do prédio do antigo pronto socorro do Melhado na semana passada. A venda do prédio já havia sido aprovada em votação apertada entre os vereadores da base do governo e da oposição, no final do mês passado, mas foi considerada inconstitucional pelo promotor Dr. Raul de Mello Franco Júnior.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade