Selecione a página

Prefeitura descarta mais de 10 mil comprimidos de medicamentos vencidos

Entre eles, o Tamiflu, usado para gripe H1N1, contraceptivos e hormônio feminino; o valor dos produtos não foi divulgado

Depois da denúncia do SISMAR sobre as condições de armazenagem de remédios no Almoxarifado Central de Medicamentos, a Prefeitura de Araraquara descartou mais de 10 mil comprimidos de três medicamentos, mas por outro motivo, estavam vencidos.
São comprimidos de Tamiflu, remédio usado no combate à gripe H1N1, um tipo de contraceptivo e hormônio feminino. O valor dos produtos descartados e o motivo de tantos medicamentos vencidos não foram divulgados.
Por causa do calor, medicamentos líquidos também estão sendo remanejados para outras unidades da Prefeitura, onde o controle de temperatura é mais eficiente do que no Almoxarifado Central de Medicamentos.

Nota da prefeitura
Em resposta à matéria divulgada pelos Sismar sobre os remédios descartados, a Prefeitura informa que os medicamentos foram entregues pelo Ministério da Saúde com a data de utilização já muito próxima ao vencimento. A Prefeitura entrou em contato com o Ministério e recebeu a orientação para que recebesse os medicamentos, pois seria feito um contato com o laboratório fabricante. Posteriormente, foram feitos vários contatos com o Ministério e Diretoria Regional de Saúde. Entretanto, como os medicamentos não foram substituídos, houve a necessidade de fazer o descarte, pois não poderiam ser entregues à população. Essa mesma situação foi registrada por outros municípios. O Sismar está ciente dessa situação, mas, de forma lamentável, tenta distorcer os fatos no intuito de causar insegurança à população. Todos os procedimentos adotados pela Prefeitura com relação à distribuição de medicamentos estão corretos.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade