Selecione a página

Prefeitura atrasa entrega de leite especial

Várias pessoas aguardam entrega de produtos especiais

Célia Pires

O jornal vem anunciando a falta de leite especial já faz algum tempo.
No mês de abril, por exemplo, a atendente de restaurante Suze Helena da Cruz, contou que apesar de ter autorização para retirada de leite especial (Nestogen) no NGA3 para seus filhos gêmeos, o produto estava em falta havia mais de um mês. Ela conta que até hoje o produto está em falta.
Já nesta semana a mãe de um garoto de 1 ano e três meses conta que entrou com um processo em outubro do ano passado para conseguir o fornecimento gratuito de leite especial para o filho que tem intolerância à lactose. “Vou procurar o Ministério Público”, diz ela, pois o juiz deu parecer positivo ao caso do seu filho. “Em abril entregaram as 10 latas necessárias, em maio foram quatro latas, seis a menos e nesta semana fui buscar a cota de junho e eles não tem para entregar”.
A mulher conta que já foi até o NGA3 onde fazem as entregas. Também buscou a Secretaria de Saúde onde pediram para que esperasse. “Mas pediram para esperar desde o mês passado e nós estamos esperando”, diz ela acrescentando que o custo de cada lata de Nam ou Aptamil custa em média R$50,00.
Vale lembrar que pessoas que têm intolerância à lactose não produzem a enzima lactase em quantidade suficiente. A lactase é a enzima responsável pela digestão do principal açúcar do leite, a lactose.
Questionada a respeito da falta do leite, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que o processo de compra está em andamento e deve ser concluído semana que vem.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade