Selecione a página

Prefeito pretende criar Corregedoria no município

Iniciativa seria para apurar denúncias de irregularidades cometidas por funcionários públicos

O prefeito Marcelo Barbieri anunciou no último final de semana que pretende implantar no município uma Corregedoria, para apurar eventuais denúncias e irregularidades cometidas por funcionários públicos municipais. Barbieri enfrentou em 2013 dois grandes problemas em sua administração, e em um deles, o caso Napeloso, viu o prédio da Prefeitura ser ocupado pela Polícia Federal.No outro caso, a cidade foi manchete por todo o País depois da divulgação, por parte da vereadora Gabriela Palombo, de um vídeo onde Guardas Municipais gravaram partes intimas de mulheres pelas ruas da cidade.

Na época, a Prefeitura criou uma corregedoria para investigar o escândalo, e o prefeito declarou que pretende punir exemplarmente os envolvidos nas gravações.“Tem dado resultado a criação de um órgão corregedor em outras cidades. E estudo implantar uma em Araraquara em 2014”, afirmou o prefeito, acrescentando que isso pode criar um mecanismo de controle, com total liberdade para o corregedor investigar quem quer que seja.Em conversa com vereadores na tarde de ontem, O Imparcial ouviu que a notícia é novidade na Câmara Municipal.

O presidente da Casa, vereador João Farias, por exemplo, afirmou desconhecer a intenção do prefeito, mas lembrou que a instalação de uma Corregedoria Municipal terá de passar pelo Legislativo.“O prefeito terá de enviar um projeto de lei para a Câmara determinando se o corregedor será um funcionário de carreira, ou um comissionado. Além, claro, de determinar a estrutura da Corregedoria, se terá sala, funcionários, etc”, explicou.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade