Select Page

Para SinSaúde solução para problema da Beneficência envolve patrimônio do hospital



Segundo Sindicato da Saúde, só em dívidas seriam 40 milhões. 10 milhões só em ações trabalhistas

Célia Pires
Nessa quinta-feira (21), a presidente do SinSaúde Campinas e Região, Leide Mengatti esteve em Araraquara em reunião com a presidente da subsede do SinSaúde de Araraquara Claudete Defavere onde receberam a imprensa para uma coletiva para explicar o caso da Beneficência Portuguesa. Mais tarde se reuniram na Biblioteca Municipal para falar com os funcionários que estavam reunidos no auditório para saber dos próximos passos que deverão ser tomados, como as ações judiciais.
Para a presidente do SinSaúde, Leide Mengatti, lamentavelmente, a Beneficência viveu grandes problemas de gestão e acabou perdendo seu foco filantrópico, enveredando para um lado que acabou inviabilizando o hospital economicamente. “A solução para o problema não é simples, pois envolve o patrimônio do hospital, pois há neste momento 290 trabalhadores que estão no terceiro salário atrasado (novembro, dezembro e décimo terceiro e R$ 810 em tíquete alimentação). Sem contar as dívidas com os médicos e fornecedores, enfim com a comunidade que atua dentro do hospital. A ação do sindicato nesse momento é de arrestar os bens da Beneficência. Eles confessaram para a imprensa, então é pública essa confissão, que devem mais de 40 milhões, só com dívida trabalhista, ultrapassa a casa dos 10 milhões de reais. Isso é uma dívida imediata”.
Doações
A presidente destaca que dentre as ações, o SinSaúde propõe uma ação de solidariedade com os trabalhadores da saúde da cidade e com a sociedade em geral numa força-tarefa que visa ajudar os funcionários do hospital com alimentos que garantam o mínimo necessário às famílias.As doações podem ser feitas na Subsede do SinSaúde, em Araraquara que fica na Avenida Prudente de Morais, 872, Centro.
Recolocação dos profissionais
Outra ação do Sindicato objetiva garantir a recolocação dos profissionais da Beneficência em outros estabelecimentos de saúde por meio de cursos técnicos e de aperfeiçoamento profissional.“O SinSaúde mantém o ISI – Educação e Cultura que oferece cursos voltados para a área da saúde. Temos unidades em Campinas, Itapira e Limeira. Vamos trazer o ISI para Araraquara, pois nosso papel é treinar esses profissionais para que estejam ainda mais preparados para trabalhar em outros estabelecimentos de saúde. Profissional bem treinado e com experiência tem maiores chances de reinserir no mercado de trabalho”, explica a presidente, Leide Mengatti que ressalta que o objetivo é trazer de volta a dignidade destes trabalhadores.
Justiça
Claudete Defavere, do sindicato local, ressalta que os funcionários aceitaram a situação do hospital e continuaram trabalhando, pois acreditaram que o mesmo seria vendido para um grupo de investidores e com isso sairia da crise. “ O SinSaúde denunciou o hospital ao Ministério Público do Trabalho e propôs ações para bloquear os bens do mesmo em favor dos trabalhadores. Aqueles que querem garantir seus direitos e deixar o hospital devem entrar na Justiça com rescisão indireta do contrato de trabalho. Procure o Sindicato que faremos o encaminhamento necessário”.
A presidente do SinSaúde finalizou dizendo que cabe às autoridades locais, como o prefeito também buscar alternativas para a solução do problema do hospital.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos