Selecione a página

Operação contra descarte irregular de resíduos sólidos é realizada na região do Maria Luiza

A ação, realizada em diferentes pontos da cidade, visa orientar e fiscalizar os responsáveis pelo transporte de resíduos sólidos

Operação contra descarte irregular de resíduos sólidos é realizada na região do Maria Luiza

A Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde, a Guarda Municipal, os Agentes de Trânsito e a Polícia Militar realizaram, nessa quinta-feira (17), mais uma operação de combate ao descarte irregular de resíduos sólidos. Dessa vez, a ação aconteceu na região do Jardim Maria Luiza.

Para o gerente de fiscalização e licenciamento ambiental do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Artur Osório, as operações realizadas são positivas e com retorno da população. “O principal objetivo é orientar a população quanto ao descarte correto nos bolsões do Daae e assim evitar a proliferação de vetores. O apoio da Vigilância em Saúde é fundamental. E temos também recebido fotos e vídeos com denúncias sobre práticas irregulares”, relatou o gerente.

O objetivo da operação é orientar e fiscalizar os responsáveis pelo transporte de resíduos sólidos e combater o descarte irregular de materiais inservíveis em terrenos baldios. As áreas degradadas pelo descarte irregular tornam-se potenciais criadouros do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, e abrigo de animais peçonhentos.

Nessa operação os proprietários de veículos com carretas, caçambas, furgões e baú foram orientados sobre a legislação e os locais adequados para o descarte. A operação contou também com a participação dos Agentes de Controle de Vetores que distribuíram panfletos e orientaram a população dos riscos do descarte de resíduos sólidos em locais inapropriados.

“Em nossas abordagens, nós explicamos aos moradores dos bairros que todos devem zelar pela limpeza e não adianta descartar material em outro bairro. A transmissão ocorre em toda a cidade e alguém será prejudicado. Por isso, o destino correto é a melhor solução”, afirmam as agentes de controle de combate as endemias Adriana Pimentel e Rosa Cruz.

 

Prefeitura abre matrículas para o EJA

Matrículas para o primeiro semestre do Ensino de Jovens e Adultos da Secretaria Municipal da Educação segue até dia 14 de novembro

A Prefeitura Municipal, através da Secretaria da Saúde, deu início ao período de matrículas para o próximo semestre do programa gratuito Ensino de Jovens e Adultos (EJA), uma modalidade do Ensino Fundamental destinado a pessoas maiores de 15 anos que não tiveram oportunidade de cursar do 1º ao 9º ano, em idade própria.

O aluno deve comparecer em uma das unidades da EJA de Araraquara, instaladas na Emef do CAIC Rubens Cruz, no Selmi Dei IV, e no Núcleo de Educação de Jovens e Adultos Irmã Edith (NEJA), no Centro. É preciso apresentar certidão de nascimento, comprovante de escolaridade (se tiver), RG, CPF e comprovante de endereço.

São 600 vagas no total, divididas entre as duas unidades, e não há idade máxima para participar. O período de matrícula segue até dia 14 de novembro.

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria Municipal da Educação, pelo telefone (016) 3301 – 1912, ou nas unidades do EJA.

 

Serviço

Matrículas no EJA

De 14 de outubro a 14 de novembro

Unidade I – Emef do CAIC Rubens Cruz

Av. Dr. José Logatti s/n° – Selmi-Dei IV

Telefone: (16) 3324-3258

E-mail: emefcaicrubens@educararaquara.com

Unidade II – NEJA “Núcleo de Educação de Jovens e Adultos Irmã Edith”

Rua Voluntários da Pátria 2154 – Centro – Araraquara

Telefone: (16) 3333-2967 – (16) 33342306

E-mail: neja@educararaquara.com

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade