Selecione a página

Novembro Azul alerta sobre a importância do exame para detectar o câncer de próstata

Novembro Azul é um mês dedicado a estimular os homens a cuidarem da saúde, é uma campanha preventiva e educativa, focada especialmente na prevenção ao câncer de próstata

Célia Pires

Depois do Outubro Rosa, é a vez de cuidar da saúde do homem. O Novembro Azul destaca a importância da prevenção contra o câncer de próstata, um dos mais frequentes entre o sexo masculino, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Para se prevenir, os homens devem deixar de lado o medo do médico e buscar se consultar com o urologista.
Em Araraquara, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, as unidades de saúde são a porta de entrada para os cuidados com a saúde dos homens. A consulta com o clínico geral é o início do acompanhamento e importante para os encaminhamentos aos especialistas.
Na Unip também é possível receber orientações sobre o câncer de próstata bem como de várias outras patologias. O horário de funcionamento é das 13 às 19 horas, de segunda a sexta.
A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) era de que em 2014 houvesse 68,8 mil novos casos desse tipo de câncer. A mortalidade, em 2011, chegou a um caso a cada 40 minutos, totalizando mais de 13 mil mortes pela doença.
Segundo os urologistas, as chances de cura são maiores na fase inicial da doença, porém não há sintomas e que pacientes com histórico familiar da doença devem procurar o urologista a partir dos 45.
Os exames são feitos anualmente, sendo eles o de sangue, que verifica a dosagem sérica do PSA, e o exame digital retal. O temido exame de toque é necessário porque nem todos os casos são detectados pelo de sangue. Os dois são complementares e necessários para o diagnóstico.
A prevenção é essencial, pois reduz em cerca de 21% mortalidade pela doença, de acordo com estudos importantes na área.

Informações sobre o câncer de próstata
O que é o câncer de próstata?- Câncer, também conhecido como neoplasia, é uma doença na qual ocorre um crescimento exacerbado e desordenado de algumas células. No caso do câncer de próstata, essas células são originariamente da próstata, e podem invadir os tecidos e órgãos e espalhar-se para outras partes do corpo, o que denominamos metástases.
Como se desenvolve?-Habitualmente o câncer de próstata é uma doença indolente, de crescimento lento, habitualmente acometendo homens com idade acima de 50 anos. Embora não seja conhecida sua causa, é sabido que fatores genéticos estão envolvidos, sendo que homens com parentesco de 1° grau de neoplasia de próstata apresentam risco mais elevado de desenvolver a doença.
O que o paciente sente?-Na fase inicial, os pacientes não apresentam sintomas. Grande parte dos pacientes permanecerá assintomática ou terão sintomas urinários (dificuldade para urinar e aumento da freqüência urinária), posteriormente podendo evoluir para quadro de obstrução urinária, dor no reto ou óssea, fraqueza e desânimo.
Como se faz o diagnóstico?-O diagnóstico de certeza é feito com a biópsia da próstata. Os pacientes que apresentarem no sangue aumento do antígeno prostático específico (PSA em inglês) e/ou alteração no toque retal são candidatos à realização de ultra-sonografia transretal com biópsia da próstata para verificar a presença da doença na próstata.
Como se trata?-O tratamento do câncer da próstata é multidisciplinar, podendo envolver cirurgia, radioterapia, uso de hormônios ou quimioterapia. A escolha do tratamento ideal é feita dependendo do estágio da doença e das características de cada paciente.
Qual é o prognóstico?- O prognóstico no câncer de próstata está relacionado com o estágio da doença ao diagnóstico, o tipo de câncer (existem alguns tipos mais agressivos que outros) e o estado geral do paciente.
Existe cura para o câncer de próstata?- Sim, em vários casos, quando a doença é diagnosticada em fase inicial e o tratamento é adequado.(Fonte:Dr. Alexandre Fonseca – Oncomed BH)

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade