Selecione a página

Nascimento propõe Comissão de Estudo para analisar crise da Santa Casa

Vereador antecipa que votará contra proposta de realização de audiência pública lançada pelo líder do Governo na Câmara

O vereador Carlos Nascimento (PT) anunciou ontem que irá sugerir à Mesa Diretora da Câmara Municipal a criação de uma Comissão de Estudo esclarecer a situação e buscar soluções para a crise entre Santa Casa e Prefeitura sobre os valores de repasses no último período.

Para ele, “o momento é delicado e não é plausível que a Câmara tenha uma intervenção no sentido de aumentar a crise, realizando uma audiência pública”. A proposta de audiência foi lançada na quinta-feira, dia 10 de novembro, pelo vereador João Farias (PRB), líder do governo no Legislativo.

Nascimento disse que se há interesse em resolver este problema, a criação da Comissão de Estudo, com tempo hábil e com conhecimento técnico da situação vivida entre a Prefeitura e a Santa Casa, poderá ser mais produtiva.

Carlos Nascimento entende que a audiência pública deverá ser convocada após o resultado da apuração da Comissão de Estudo. “Aí sim poderemos chamar uma audiência para apresentar os trabalhos destes estudos e não abrir uma exposição pública deste assunto que deveria ser tratado à exaustão entre a Prefeitura e a Santa Casa”.

Palanque

O parlamentar petista manifestou preocupação com a proposta de Farias. “O líder do Governo busca apenas deixar evidenciada a posição do Executivo de que não há dividas com a Santa Casa, o que eu discordo”.

Na opinião de Nascimento, “esta proposta nada mais é que a montagem de um palanque político que em nada contribuirá para mudar o paradigma da saúde pública na cidade e tampouco servirá para amenizar os acirrados ânimos entre a provedoria e a administração pública”.

De acordo com o vereador, “o prefeito, que já vem errando ao alimentar publicamente este debate desqualificado e afrontoso com a Santa Casa, erra mais ainda ao dar corda a seu líder em patrocinar esta audiência pública, por isso, vou votar contra esta proposta”.

Por fim, Nascimento declarou que “a Santa Casa, patrimônio da cidade e único hospital a dar suporte total ao SUS, merece nosso respeito; este momento tenso deve ser resolvido com diálogo e com tato, e não com atitudes de efeito e de exploração política porque quem paga a conta disso tudo é a população”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade