Selecione a página

Moradores do Cecap fazem diversas reclamações

As principais reclamações são referentes  à depredação do patrimônio público

Da redação
Durante mês os moradores do Cecap que utilizam a farmácia do posto de saúde bairro ficaram dessassistidos por conta de uma funcionária que foi remanejada para o posto do Maria Luiza para cobrir as férias de uma outra funcionária. O problema, segundo eles, é que a farmácia ficou fechada até a volta da funcionária que voltou somente nesta quinta-feira. “A farmácia abriu após 30 dias”,reclama Francisco Cosmo Ricci que tem pressão alta e é cadeirante.” O posto sempre tem médico,mas meu problema foi esse: ter que me deslocar para um outro posto, pois sou deficiente”.Uma outra reclamação é referente à destruição do patrimônio público. Jovens que ‘enforcam’ aula e ficam no das 14 às 17 horas no banheiro ao lado do Telecentro na praça do bairro. Os vidros estão quebrados, as paredes pichadas. Quando utilizam as torneiras deixam as mesmas abertas desperdiçando água e deixando o lugar inundado. “ A policia já foi avisada e não tomou nenhuma providência. As escolas deveriam avisar aos pais sobre esses jovens que faltam às aulas e a ronda escolar”, diz uma moradora que acrescenta que o banheiro de deficiente é usado para guardar colchonete. “ É um desrespeito”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade