Selecione a página

Mobilidade Urbana reitera importância da ‘lombofaixa’

Segundo Nilson Carneiro, instalação em vias de maior movimento de pedestres visa reduzir número de acidentes na cidade

Mobilidade Urbana reitera importância da ‘lombofaixa’

Termina nesta sexta-feira (8), em Araraquara, a campanha de segurança no trânsito, realizada pelo grupo teatral Anjos do Trânsito, que orienta motoristas a parar quando o pedestre estiver atravessando uma ‘lombofaixa’ – ou faixa elevada, da altura das calçadas, instalada pela cidade.

Em entrevista ao programa ‘Canal Direto’, via Facebook da Prefeitura, na quarta-feira (6), o coordenador municipal de Mobilidade Urbana, Nilson Carneiro, explicou a campanha e a instalação desses equipamentos nas vias ou locais de maior concentração de pessoas em Araraquara.

“A ‘lombofaixa’ funcionada como um prolongamento da calçada priorizando o pedestre que atravessa na mesma altura da própria calçada”, afirmou, acrescentando que a meta é reduzir cada vez mais o número de acidentes e de óbitos no trânsito da cidade.

“Desde 2017, estamos conseguindo reduzir o número de acidentes no trânsito, além de aumentar a segurança do pedestre, incluindo gestantes, mães carregando o bebê no carrinho, ou cadeirantes e outras pessoas com deficiência”, acrescentou.

Ainda segundo Nilson, atualmente, a ‘lombofaixa’ é utilizada com êxito em vários países. Mas no Brasil, mesmo sendo obrigado por lei, o motorista não costuma parar quando o pedestre está atravessando esse equipamento. “Embora o Código de Trânsito Brasileiro exista há 25 anos, ainda não existe a cultura de respeito ao pedestre”.

Ainda segundo o coordenador de Mobilidade Urbana, em Araraquara já foram investidos em ‘lombofaixas’ cerca de R$ 600 mil. Incluindo lombadas e guias rebaixadas para deficientes, o investimento ultrapassa R$ 1,2 milhão, com recursos do Fundo Municipal de Trânsito.

 

Prioridades

Os equipamentos estão instalados em frente a locais de maior demanda populacional na cidade, como em frente a CERs (Centro de Educação e Recreação), escolas municipais e estaduais, além do Sesi, Sesc e Senac. “No total, já foram instaladas 40 ‘lombofaixas’ e a expectativa é dobrar esse número para 80, até o final de 2020”.

Nilson Carneiro também explicou que a prioridade hoje no mundo é a mobilidade urbana, com sistemas de transporte público de metrô e VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e principalmente para o caminhar a pé.

“Ao contrário de quando surgiu a indústria automobilística no Brasil, nos anos de 1950 do século passado, em que se privilegiava o carro, a atenção agora no mundo é o pedestre, já responsável por 27% das viagens a pé”, reiterou.

Vale destacar que o motorista não pode parar sobre a ‘lombofaixa’. Há o risco de ser autuado com uma infração grave, cuja multa, atualmente, é de quase R$ 300 reais.

Por isso é muito importante que se respeite a travessia do pedestre, conforme insistiu o coordenador, aos destacar que o grupo de teatro Anjos do Trânsito orienta o motorista com um trabalho educativo.

Nesta sexta-feira, último dia da campanha, das 11h às 14h, o grupo Anjos do Trânsito realizará a campanha sobre as lombofaixas no Terminal Rodoviário de Passageiros, CER Eudóxia Pinto Ferraz do Parque São Paulo e CER Leatrice Rodrigues Affonso do Parque Gramado.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade