Selecione a página

Márcia Lia articula ensino médio em Bueno com Estado e Município

Cerca de 100 pessoas da região gostariam de voltar a estudar, mas por dificuldades no transporte estão fora das salas de aula

Márcia Lia articula ensino médio em  Bueno com Estado e Município

A deputada estadual Márcia Lia está articulando a implantação de salas de aula de Ensino Médio e de Ensino de Jovens e Adultos (EJA) na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Eugênio Trovatti, no Distrito de Bueno de Andrada, junto ao Governo do Estado e à Prefeitura de Araraquara.

A parlamentar foi procurada por moradores de Bueno e dos assentamentos Horto de Bueno e Assentamento Monte Alegre para intermediar a questão com os respectivos governos, alegando haver cerca de 100 pessoas nessa região que gostariam de voltar a estudar nesses anos, mas por dificuldades no transporte estão fora das salas de aula.

Márcia Lia já tratou do assunto com o Governo do Estado, já debateu com a equipe escolar, comunidade e representante da Secretaria Municipal de Educação e vai seguir uma série de agendas para afinar as propostas e acordos.

De acordo com a comunidade, há no Distrito e nos dois assentamentos em torno de 100 pessoas que não deram continuidade aos estudos devido às dificuldades com transporte para Araraquara, onde ficam as escolas mais próximas.

Para estudar no período da manhã, os alunos teriam que se levantar por volta das 4h30 e chegariam de volta a casa em torno das 14h30. Para estudar à noite, teriam de sair do assentamento antes das 17 horas e chegariam de volta depois da 1 hora. Como a maioria trabalha no campo, com os pais, essa rotina fica extremamente pesada, e a maioria desiste.

Na mesma semana em que recebeu o pedido de agenda com a comunidade, a deputada esteve com o secretário Rossieli Soares e adiantou o assunto. “O secretário Rossieli se mostrou disposto a fazer uma parceria com o município e colocar as salas de aula de ensino médio na escola municipal se o município aprovar a parceria”, comenta a deputada Márcia Lia.

 “A equipe técnica disse que já fez parcerias semelhantes que deram certo, como na cidade de Apiaí”, acrescenta a deputada.

Na reunião em Bueno de Andrada, o coordenador executivo de Educação Básica de Araraquara, Alexandre Martins de Freitas, que representou a secretária municipal Clélia Mara Santos, disse que a proposta é viável, uma vez que ele mesmo foi responsável por uma parceria semelhante em São Lourenço do Turvo, anos atrás.

Mas, para dar andamento à negociação, ele pediu para os moradores relacionarem as pessoas à espera do ensino médio com o ano em que voltariam a estudar, se é ensino regular ou EJA e em qual assentamento moram.

“Os moradores dos assentamentos já haviam levado essa demanda para o prefeito Edinho e ouviram dele que o município tem todo o interesse em oferecer essa formação para os assentados e filhos de assentados. Estamos caminhando bem, com a expectativa de que as salas de aula sejam abertas no próximo ano”, completa Márcia Lia.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade