Selecione a página

Mães descoladas, mas com responsabilidade

Elas são do tipo ‘com licença eu vou à luta’, mas não atropelam ninguém, afinal são mães e tem que dar bom exemplo

Célia Pires

Elas quase não se separam. Quando se conheceram imediatamente se tornaram amigas de infância. Descoladas, divertidas,simpáticas,inteligentes, bonitas e falantes, Suze Timpani que é baixinha e morena jambo, e Daniela Simões Corrêa, alta e loira e de olhos verdes, têm muita coisa em comum, mas o mais interessante é que ambas foram mães quando tinham 19 anos.Elas fazem parte da lista das mães que são antenadas politicamente e estão sempre envolvidas nas questões que podem trazer algum beneficio aos cidadãos.Hoje passados alguns anos elas relembram que tiveram que enfrentar a barra de dizer para a família que estavam grávidas e que passado o susto encararam o fato com certa insegurança, mas com a coragem que nasce quando se sente que tem um outro ser crescendo em seu interior e que depende integralmente de você para sobreviver.Suze conta que foi dando conta do recado de ser mãe e dona de casa, mas que o aprendizado, embora tenha feito inúmeros cursos no Senac e no Sesi começado a trabalhar aos 15 anos, foi diário. Ela brinca dizendo que só sabia fazer brigadeiro.Hoje é muito prendada. “ Ser mãe é ter responsabilidade.Parei tudo o que estava fazendo e fui cuidar dos meus filhos Walessa e Felipe e só voltei a trabalhar e a estudar quando meu filho tinha 13 anos. Hoje ele tem 26”.Suze conta que tudo que não fez na sua juventude faz hoje, mas com responsabilidade. “De certa maneira meus filhos brincam dizendo que dou trabalho, pois muitas vezes, ao chegar tarde do trabalho encontro os dois sentados me esperando no sofá. Eles são muito preocupados. Um dia que sai para jantar e não avisei, em duas horas eles colocaram até a policia atrás de mim”, conta rindo.

Primeira viagem

Já Daniela Simões Corrêa, ou Dani como é chamada conta que tomou um susto quando soube que estava grávida ao mesmo tempo que quis se preparar para ser mãe, pois responsabilidade sempre teve, pois começou a trabalhar muito cedo. Por ser mãe de primeira viagem teve ajuda de muitos familiares, mas que assim como Suze também foi aprendendo no dia a dia.Mãe de um único filho, Lucas Henrique, Daniela conta que gosta de eventos e shows undergrounds e alternativos e que quando sai evita de ir nos mesmos lugares que o filho para respeitar sua liberdade.Embora tenha um gosto Sempre ensinei o Lucas a não ter preconceito de nada e a ter responsabilidade. Apesar eu ter tido ele muito jovem e as pessoas dizerem que eu era a mais palhaça e a mais ‘louca’, sempre impus limites e ensinei o que é certo e o que é errado. Apesar de não aparentar sou uma mãe linha dura.Sempre digo ao Lucas que não tenho nada nessa vida e que ele é o meu maior tesouro”.Elas relembram com das gafes que deram como colocar o bebê em cima da barriga para dormir e acordar transtornada vendo que a criança escorregou para o chão junto com a coberta e continuou tranquilamente dormindo no chão; da vez que o bebê chorava por conta da água estar um pouco acima da temperatura ideal; do vitaminado quente, mas que nunca nada de grave aconteceu.Tanto que os filhos de ambas estão ai lindos e perfeitos.Para Suze e Dani cujo destino juntou num acaso, ser mãe é uma bênção e que o maior presente que poderiam ter recebido são seus filhos.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade