Select Page

Jardim Paraíso recebe EMEF ampliada



O prefeito Marcelo Barbieri entregou ontem as obras de reforma e ampliação da Escola Municipal de Ensino Fundamental – EMEF “Luiz Roberto Salinas Fortes”, no Jardim Paraíso.

O prefeito Marcelo Barbieri entregou ontem as obras de reforma e ampliação da Escola Municipal de Ensino Fundamental – EMEF “Luiz Roberto Salinas Fortes”, no Jardim Paraíso.

Com investimentos próprios no valor de R$ 531.422,73, a EMEF recebeu a construção de novos espaços para biblioteca, secretaria, diretoria e duas salas de aula, além de dois pátios cobertos, melhorias na cozinha, instalação da Sala de Recurso Multifuncional com equipamentos adequados para Educação Especial, pintura geral do prédio e remodelação da área livre.

O prefeito destacou a importância do espaço, que junto ao Centro de Educação e Recreação (CER) Zilda Martins Pierri, forma um complexo educacional no bairro. “A EMEF precisava de uma intervenção como esta para adequar o espaço físico ao número de alunos, mas também precisava da ampliação, pois novos empreendimentos imobiliários populares estão se instalando aqui e precisamos nos preparar para atender essas famílias”, destacou Marcelo.

“No início do ano entregamos para o Jardim Paraíso uma creche nova, com um galpão amplo, quiosque, cozinha, salas para berçário e equipada com o que há de mais moderno em tecnologia, portanto hoje o aluno que conclui a educação infantil no CER é transferido automaticamente para a EMEF Salinas Fortes e tem a oportunidade de completar seus estudos aqui. Esta é também uma garantia de tranqüilidade para os pais”, afirmou o prefeito.

Presente à cerimônia, o deputado estadual Roberto Massafera parabenizou o prefeito e os moradores da cidade. “O governo tem que priorizar ações para dois públicos: os idosos e as crianças, estas últimas por meio da Educação e o prefeito cumpre este papel com maestria. Hoje Araraquara brilha no Brasil pelos rumos que o governo municipal está dando para a Educação”, falou o deputado.

O secretário municipal da Educação, Orlando Mengatti Filho (Nino), enfatizou a qualidade das obras entregues no bairro. “A intervenção que foi feita na EMEF deixou o ambiente muito mais prazeroso para todo o processo ensino e aprendizado, porque além de suprir a demanda por espaço, a escola ficou muito bonita. E com o CER ocorreu o mesmo, pois além de quase dobrar o número de vagas, o CER ficou com status tão diferenciado que veio até um pai perguntar para a diretora quanto custaria para ter seu filho estudando lá”, contou Nino.

“Isso tudo mostra não apenas o empenho do nosso prefeito Marcelo Barbieri para atender às demandas da população como também reafirma o seu compromisso com a Educação, carro-chefe deste governo. Meu muito obrigado ao prefeito, por investir no futuro de Araraquara, fazendo com que a educação municipal seja a melhor, e tenho certeza que este modelo de gestão será uma referência para todo o país”, afirmou o secretário.

O vereador presidente da Câmara Municipal, Aluisio Braz (Boi), declarou que se sente “privilegiado por poder acompanhar o desenvolvimento da cidade”. “Temos a oportunidade de participar da entrega de uma obra bem feita como esta, que renova o entusiasmo do estudante, supera desafios e oferece um futuro melhor”, falou.

A diretora da unidade, Maria Gorete dos Santos Neta, agradeceu “pela conquista e pela educação com mais qualidade” que poderá oferecer aos seus 750 alunos.

Homenagem

Na solenidade, o prefeito Marcelo Barbieri prestou uma homenagem à família do patrono da escola, Luiz Roberto Salinas Fortes. “É uma homenagem justa, que traz para os estudantes o respaldo de um dos maiores filósofos do nosso país, um homem justo que brigou pelos direitos do povo em plena ditadura militar. Sua coragem lhe rendeu a publicação de um livro e seu nome eternizado na história do Brasil”, falou o prefeito.

Acompanhado de sua mãe, André, filho do patrono, se emocionou ao mencionar que só pode agradecer, em nome de seu pai, “pelo esforço do prefeito no caminho de um país mais justo”.

Luiz Roberto Salinas Fortes foi professor de filosofia da Universidade de São Paulo, além de escritor, tradutor, jornalista e filósofo. Conhecido especialmente por seus estudos sobre Rousseau, Salinas foi preso e torturado pela ditadura militar diversas vezes, experiência que publicou em livro sobre o titulo “Retrato Calado”. Faleceu precocemente, aos 50 anos, vitima de um infarto fulminante.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos