Selecione a página

Instituto Idioma Surdo terá sede na Udefa

Parceria entre entidades favorece atendimento ao público com implantação do projeto ‘Mãos que falam’

Instituto Idioma Surdo terá sede na Udefa

O Instituto Idioma Surdo passa a ter sede provisória na Av. Professor Dorival Alves n° 39, na Vila Xavier, com a finalidade de prestar serviços de habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência auditiva, promovendo a linguagem de comunicação em Libras – Língua Brasileira de Sinais, como forma de Inclusão Social (Lei 12.101 de 27.11.209, Seção III Da Assistência Social, Artigo 18, §2º). Vilma do Amaral Schiavinato, presidente do Instituto Idioma Surdo e o presidente da União dos Deficientes Físicos de Araraquara (Udefa), César Augusto Ferreira, estabeleceram parceria para atendimento às pessoas surdas e seus familiares.

Um grande número de familiares de pessoas com deficiência auditiva não está capacitado a comunicar-se efetivamente com seus entes familiares, que também não possuem atendimento em Libras na Rede Pública Municipal de Serviços, por consequência, este segmento da sociedade tem dificuldade de exercer seus direitos de cidadania impedindo sua autonomia.

O público prioritário do Instituto Idioma Surdo é formado por pessoas de ambos os sexos e alfabetizadas, com deficiência auditiva severa ou profunda a ser comprovada mediante apresentação de laudo médico, residentes no município de Araraquara e da Região. Os encaminhamentos desses usuários deverão ocorrer através da Rede Pública Municipal de Atendimento nas áreas de Saúde, Educação, Assistência Social, Cultura, Esporte e Lazer e/ou por procura espontânea.

O projeto ‘Mãos que falam’ visa a melhoria da qualidade de vida dos usuários e de suas famílias, redução e prevenção de situações de isolamento social, melhoria da condição de sociabilidade, ampliação do acesso aos direitos socioassistenciais, acesso a atividades de lazer, esporte e manifestações artísticas e culturais do território e da cidade e às oportunidades de escolha e tomada de decisão pela pessoa surda.

“O Instituto Idioma Surdo também se propõe a capacitar famílias de pessoas surdas, ouvintes sem deficiência auditiva, além dos surdos, para exercerem a comunicação em Libras”, justifica a presidente do Instituto. A entidade realiza cursos profissionalizantes de capacitação para atendimento ao público, para empresas privadas e órgãos públicos.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade