Selecione a página

Homenagem às vitimas de Feminicídio

Ato visa conscientizar a sociedade de uma série de violências que a mulher sofre diariamente

Homenagem às vitimas de Feminicídio

O centro de Referência Afro, localizado na avenida Feijó, 223, no Centro, será palco de homenagem à todas as vítimas de feminicídio, crime este que vem crescendo consideravelmente no interior de São Paulo.
A realização será do coletivo 4i Artes, coordenado por Júlia Castro e Juliana Marcondes e está marcado para segunda-feira (16), as 19h.
O evento terá seu início com uma palestra ministrada pela Advogada Cíntia Crozera que irá abortar o tema, “O Feminicídio perante a Lei”. Logo após será aberto um debate para que se discuta a vulnerabilidade da mulher na sociedade com a participação de Júlia Castro e Juliana Marcondes que coordenam o ato.
O COMCEDIR (Conselho Municipal de Combate a Discriminação e ao Racismo) também se fará presente, representado por Érica Alexandre.
Logo após o término das rodas de conversa, será feito uma caminhada até o Paço Municipal.
O ato tem o objetivo de conscientizar a sociedade de uma série de violências que a mulher sofre, e lutar pelo direito de escolha de cada um.

Estatísticas
Em média doze mulheres são assassinadas todos os dias no Brasil, sendo que, em 2017, 946  feminicídios aconteceram, ou seja, casos de mulheres mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero. Os casos mais comuns desses assassinatos ocorrem por motivos de separação.
Segundo pesquisa realizada em 2017, pelo Datafolha, ficou
constatado que, a cada hora, 503 mulheres brasileiras são vítimas de agressões físicas, e ainda foi registrada uma média de 135 estupros diários.
No país a taxa de feminicídio é a quinta maior do mundo.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade