Selecione a página

Greve dos servidores tem 9,3% de adesão

Os grevistas buscam uma série de melhorias

Catador de reciclado deixou o carrinho onde constantemente fica cheio de carrosJosé AC Silva
Texto e foto

A greve dos servidores municipais de Araraquara, intermediada pelo SISMAR, teve até agora somente 478 funcionários da prefeitura que aderiram à paralisação. Os grevistas buscam uma série de melhorias, sendo protocolado um documento na Prefeitura Municipal na última segunda-feira, onde é dito que o objetivo do conflito instalado não repousa sob os percentuais aplicados a título de reajuste salarial da categoria. O que deixou o Dr. Ricardo Santos, do departamento jurídico da prefeitura, sem entender o que sindicalistas estão querendo, porque quando foram oferecidos 6,01% eles não aceitaram, reivindicando 6,03%.

No documento protocolado, um dos itens é relativo à diminuição da jornada de trabalho para 6 horas, sendo que a proposta está em apreciação pela prefeitura. Os moradores do Jardim Paulistano reclamam que o centro municipal de saúde está há 16 dias fechado, trazendo inúmeros transtornos naquela região. Nas unidades de Saúde continuam em greve, CMS Paulistano: 2 agentes administrativos- 18 enfermagem (parado), CMS Vila Xavier: 10 enfermagem (parado). Estão parados na área da Saúde 33 funcionários, Educação 421 funcionários e em outros setores 24 funcionários, totalizando 478 funcionários em greve, o equivalente a 9,03% do efetivo da Prefeitura Municipal de Araraquara.

Até o fechamento desta edição, o Tribunal Regional do Trabalho – TRT de Campinas – ainda não tinha informado o dia do julgamento da greve.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade