Selecione a página

Gincana Viver Bem Foar completa 15 anos

Na “disputa” pelo primeiro lugar nas provas, conseguimos arrecadar quilos de alimentos e materiais recicláveis, centenas de peças de roupas e sapatos e até conseguir cadeiras de rodas

Célia Pires
Era para ser um único evento quando os alunos procuraram Mirian Onofre em 2001, na Odontologia da Unesp, mas ano a ano o evento foi se fortalecendo e as provas foram acontecendo. Neste ano o evento debutou. São 15 anos inesquecíveis comandados pela professora “Mexe muito com a criatividade para quem organiza e com a noção do que vai dar a mensagem que neste ano foi de festas e baladas. Posso me divertir sem riscos e para os alunos é muito enriquecedor, pois nem sempre a equipe é tão brilhante, mas o fato de estarem unidos faz com que saiam vitoriosos. Por outro lado também trabalham a frustração, pois se dedicam tanto e um outro acaba se saindo melhor que você. Então eu acredito que mexe com muitas emoções, além de ser um crescimento pessoal muito grande, apesar de ser um momento, e que levam para a vida e para a profissão”.
Mirian também acrescenta que também é uma hora para o aluno refletir se realmente tem conhecimento, pois para ser profissional tem que ter tudo, ou seja, arte, cultura. “Não dá para conceber uma universidade sem cultura. De repente você vira e diz que não sabia de determinado autor;o teatro também, pois as peças sempre tem as suas mensagens; o efeito de eu e saber o quanto eu estou acompanhando cinema, literatura. E também é muito interessante para os docentes que acabam vendo que não devem fazer o técnico, o pontual ou somente aquilo que está na planilha, mas ter uma visão mais ampla do mundo. Para mim, como docente, que está próxima de me aposentar, acho isso bem como todos os professores e funcionários que participam como jurados vêem o aluno de uma forma diferente, pois aquele aluno tímido de repente ele se sobressai numa gincana e mostra toda uma criatividade, talentos que você nem imaginava que ele tinha”.
Bons frutos
Com a colaboração dos docentes, alunos e funcionários já têm duas cadeiras de rodas e estão a caminho da terceira, pois foram 47 garrafas de lacres, também foram arrecadados 46,5 quilos de alimentos, 180 quilos de recicláveis que são vendidos e transformados em cestas básicas, além de 363 peças roupas que serão doadas para entidades assistenciais da cidade. “Para mim, é muito divertido. Eu trabalho bastante, mas sempre é divertido e tem algumas provas que eu me emociono muito. Eu me sinto próximo ao jovem, tanto que estou achando que o primeiro e o segundo ano não estão conseguindo acompanhar meu ritmo”, ri Mirian.
Vale lembrar que a Gincana Viver Bem FOAr – UNESP foi idealizada em 2001 pelos alunos da Faculdade de Odontologia de Araraquara e realizada pelo seu Diretório Acadêmico da Odonto, em parceria com os professores que representam o Projeto Viver Bem da UNESP em Araraquara, juntamente com o apoio da Diretoria da Faculdade.
Depoimento sobre a Gincana
A GINCANA VIVER BEM, para mim, é um momento em que a Faculdade inteira (funcionários, professores e alunos) se reúne para viver um dia diferente do que está acostumada – onde as pessoas na correria diária se topam por entre os corredores e elevadores para realizarem aquilo que estão acostumadas a fazer em seu dia-a-dia: dar aulas, agendar pacientes, assistir aulas, realizar pesquisas… TRABALHAR. É um dia em que todos; entre sorrisos, gargalhadas e empenho; acabam se reunindo para ajudar aqueles que precisam de ajuda. No empenho de alguns alunos de umas turmas e a colaboração de funcionários da Faculdade conseguimos aquecer aqueles que passam frio. Na “disputa” pelo primeiro lugar nas provas, conseguimos arrecadar quilos de alimentos e materiais recicláveis, centenas de peças de roupas e sapatos e até mesmo uma cadeira de rodas (expectativa desse ano que com certeza iremos conseguir) com objetivo final muito gratificante: AJUDAR AO PRÓXIMO! Próximo esse que passa fome, não tem o que vestir, passa frio e muitas vezes não consegue se locomover. A Gincana é um dia atípico! “Pagamos” os mais diferentes micos: participamos de provas relâmpagos (como a de imitar o Pereirão da novela da época, pintar a cara e imitar uma borboleta, vestir o maior número de blusas de frio, se fantasiar de japonesa…), viramos artistas de peças de teatro (com umas histórias muito doidas que a professora Mírian encontra), rodamos em cabo de vassoura e tomamos cada tombo, viramos dançarinos, levamos torta na cara, nos tornamos intelectuais (antenados em tudo no mundo!), descobrimos nossas destrezas manuais com desenhos mais mirabolantes, colocamos nossas imaginações à tona para desenvolver vídeos criativos e muitas vezes engraçados… Damos boas risadas, conhecemos pessoas incríveis e nos unimos mais ainda.”

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade