Select Page

Funcionários de unidade de saúde se queixam de sensação de insegurança



O Centro de Saúde do Iguatemi está cercado pelo mato alto e registrou vários furtos recentemente Ao alcance da meta de visitar todas as unidades de saúde do município a fim de levantar demandas de funcionários e da população atendida, o presidente da Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social, Gerson da Farmácia (MDB), esteve […]

O Centro de Saúde do Iguatemi está cercado pelo mato alto e registrou vários furtos recentemente


O mato alto tomou o entorno do Centro de SaúdeAo alcance da meta de visitar todas as unidades de saúde do município a fim de levantar demandas de funcionários e da população atendida, o presidente da Comissão de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social, Gerson da Farmácia (MDB), esteve na manhã dessa quinta-feira (15) no Centro Municipal de Saúde (CMS) “Enfermeira Kimiko Yuta”, no bairro Iguatemi. Com mais de 6.800 famílias atendidas do próprio bairro e também do Victório de Santi I e II e do Oitis, as principais queixas centraram-se no mato alto e na sensação de insegurança diante dos furtos sofridos recentemente.

De acordo com a enfermeira-chefe “a poda do mato é nossa maior urgência”. Entre as prioridades, a enfermeira também elencou a necessidade de contratação de segurança, pois os funcionários se sentem vulneráveis diante dos episódios de furtos ocorridos na entidade. “No final do ano, arrombaram a cozinha e levaram todos os computadores e nosso gás”, lamentou.

Com uma equipe composta por dois ginecologistas, dois clínicos gerais, dois dentistas e um auxiliar de dentista prestando cerca de 100 atendimentos por dia, a unidade necessita de um pediatra. “Hoje contamos com pediatras vindos de outros postos duas vezes por semana, mas, quando não há, temos que encaminhar os pacientes à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento), e muitos não dispõem de recursos para arcar com o transporte”, apontou a enfermeira.

O setor de arquivo, onde ser armazenam todos os prontuários físicos dos pacientes, está sendo remodelado com a chegada de novos armários, mas a expectativa é de que, em breve, todo o processo seja eletrônico. “Já contamos com o software. Faltam apenas a impressora e a autorização para iniciarmos a digitalização do procedimento, que trará economia e mais segurança a todos”, pontuou a enfermeira-chefe.

O vereador Gerson da Farmácia parabenizou o trabalho realizado na unidade e se prontificou a encaminhar ao Executivo todas as solicitações feitas. “Nosso mandato está a serviço da população, por isso, lutamos para que tenham um serviço de saúde adequado”, declarou o parlamentar.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos