Selecione a página

Falta de kits para medir carga de HIV é temporária

Ministério da Saúde enviou nota técnica determinando restrição

O Ministério da Saúde está restringindo o exame de carga viralDA REDAÇÃO

O Ministério da Saúde está restringindo o exame de carga viral que mede a quantidade de HIV no sangue que pode mostrar se o paciente está respondendo ao tratamento.

De acordo com informações obtidas junto ao Serviço Social de Saúde – Unesp, a coleta do material é feita na unidade de saúde e os exames realizados por uma equipe da Unesp num dos laboratórios do Hospital de Américo Brasiliense e a medida é válida para todo o país.

Ainda de acordo com informações do Sesa, receberam uma nota técnica com várias determinações, entre elas a de priorizar alguns grupos como gestantes infectadas pelo HIV e crianças. “Mas não são somente esses grupos. Estamos avaliando caso a caso”, diz uma funcionária que explica que esta é uma situação temporária e que tem a ver com o processo de licitação dos kits.

De acordo com o diretor do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Dirceu Grecco, a restrição para uso de exames foi feita para minimizar os danos no tratamento dos pacientes e que querem normalizar os estoques na primeira semana de agosto.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade