Select Page

Executivo e Legislativo “ferram” motoristas

Executivo e Legislativo “ferram” motoristas

José A C Silva

A indústria da multa vem contrariando o povo há vários anos. Motoristas são multados diariamente por pequenas infrações e por algumas que não cometeram. Estive a pouco no Poupa Tempo e muitos motoristas estavam reclamando de multas indevidas, entre eles, um disse ter sido multado por parar o veículo em frente a sua própria garagem, sem sair com o carro, recebeu multa em sua casa. Outros reclamaram de receberem multas de excesso de velocidade que não cometeram – e não adianta reclamar, pois eles provam que dois mais dois é igual a cinco.

Infelizmente, as multas buscam arrecadação e não a prevenção. Exemplo disso é que na maioria dos casos o bafômetro só é usado após o acidente. Multas em sinaleiros também são indevidas, pois, muitas vezes os motoristas não conseguem atravessar por causa dos carros da frente.

A sinalização e iluminação ruim, principalmente em obras, acabam revertendo também em multas. Em Araraquara os buracos nas ruas são exorbitantes, você desvia de um e cai em outro, danificando a suspensão e os pneus do veículo e, ainda proporcionam acidentes.

Se o Executivo multa por tudo, por que não paga pelos prejuízos causados por falta de pavimentação, sinalização e aparelhos quebrados ou mal calibrados? As faixas de sinalização no asfalto sumiram, a tinta não aguenta quatro meses, caso da Avenida Estrada de Ferro que passa em frente ao Varejão Passarinho.

Vereadores, está mais que na hora de pressionar o prefeito para acabar com a indústria da multa que sustenta a Secretaria de Trânsito.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos