Select Page

Casa no Jd. América tinha acumulado lixo suficiente para lotar caminhão



Mutirão retirou da casa de idosos entulho suficiente para lotar caminhão

Casa no Jd. América tinha acumulado lixo suficiente para lotar caminhão

Por meio de uma força tarefa envolvendo equipes da Vigilância em Saúde, Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e Guarda Municipal, foi realizada, na manhã desta quinta-feira (21), abordagem a uma residência de acumuladores, na Rua Pindorama, no Jardim América, zona leste de Araraquara.

As equipes trabalharam a manhã toda na limpeza da residência, habitada por um casal de idosos, vivendo em situação precária e de risco, sem energia elétrica e água, em meio a muita sujeira e animais peçonhentos, além do mosquito transmissor da dengue.

A única renda do casal é o benefício do Bolsa Família.

De acordo com Rodrigo Contrera Ramos, coordenador executivo de Vigilância em Saúde, essa foi a terceira abordagem das equipes no local. A primeira partiu de denúncia de vizinhos, registrada no gabinete da Secretaria Municipal da Saúde, no início do mês. Os agentes de controle de vetores foram averiguar a denúncia e encontraram larvas do mosquito Aedes aegypti, além de muito lixo e materiais acumulados dentro e fora da casa. Segundo o coordenador, neste mesmo dia já foram retirados todos os criadouros do mosquito transmissor da dengue, larvas, ratos e baratas.

Na segunda abordagem, a intenção era remoção de todo o material inservível acumulado, mas houve resistência dos idosos.

Diante disso, a ação foi suspensa e, nesta quinta-feira, os agentes da Vigilância retornaram com o apoio da Guarda Municipal e de assistente social da Prefeitura. Os acumuladores receberam apoio dos profissionais, que conversaram com o casal sobre a importância de limpeza e organização da residência, além de noções básicas de higiene.

Um caminhão da Prefeitura ficou lotado de lixo e de materiais que estavam amontoados na área de serviço, quintal, sala e quarto da casa, mas, diante do grande volume de inservíveis, a operação de limpeza vai ter que continuar nesta sexta-feira (22).

“Tivemos que retirar a moradora da casa, levar para uma praça próxima à residência e conversar bastante com ela, que é uma pessoa doente, porque esse tipo de comportamento é uma doença. Só assim conseguimos começar o trabalho de remoção dos inservíveis”, descreveu Ramos. “Já tínhamos tirado os criadouros de Aedes na primeira abordagem, mas os dois continuavam convivendo com ratos e baratas, em meio ao lixo”, completou, acrescentando que só nesta quinta foram registrados dois casos de limpeza em residência de acumulador. O outro caso, com as mesmas características, foi no bairro do Cecap.

“É um problema que estamos encontrando com frequência; a maioria dos acumuladores é idoso vivendo em situação precária. Isso é muito preocupante”, apontou ele.

Ações integradas e continuadas

A intervenção das equipes da Vigilância em Saúde em residências de acumuladores compulsivos é um problema recorrente, que ficou ainda mais em evidência por conta do trabalho intensivo de combate à dengue feito pelas equipes de vetores nos bairros.

Diante deste cenário, segundo Rodrigo Ramos, o objetivo é dar início à articulação de ações integradas e continuadas, envolvendo diferentes esferas da administração, para oferecer atendimento completo a essas pessoas, que, na maioria dos casos, sofrem de distúrbio psicológico.

Jacqueline Barbosa, secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, afirma que as equipes de assistentes sociais já apoiam essas abordagens, acompanhando a Vigilância em Saúde. Elas vão até o local, conversam com os moradores para fazer uma avaliação e traçar um plano de atendimento.

“Porque, na maioria dos casos, a pessoa tem distúrbio mental. Mas existem famílias que acumulam objetos para vender e tirar dali o seu sustento. São casos diferentes, que precisam de avaliação. Com essa ação integrada será possível fazer um mapeamento, traçar um perfil dos acumuladores e articular ações que possam colaborar com a família, solucionando o problema”, afirmou a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Charge – Bom

Publicidade

Publicidade

Arquivos