Select Page

Cartazes de “Lula Livre” em Araraquara viram motivo para troca de farpas



Vereador contesta folhetos com teor político espalhados nos pontos de ônibus da cidade, e lembra de lei de poluição visual

Cartazes de “Lula Livre” em Araraquara viram motivo para troca de farpas

Adriel Manente

A sessão da Câmara Municipal da semana passada foi marcada pela troca de farpas entre alguns vereadores. O motivo era um só. A falta de fiscalização nos pontos de ônibus da cidade. Segundo o vereador José Carlos Porsani (PSDB), cartazes com os dizeres “Lula Livre” se espalharam pelas ruas da cidade. Para ele, isso representa falta de respeito e também o descumprimento de uma lei vigente em Araraquara, a de poluição visual.

De acordo com Porsani, a fiscalização mais rígida inibiria essa ação que também é considerada uma transgressão à lei municipal de poluição visual. “O que eu disse na sessão e que alguns colegas se exaltaram é que se precisa de uma fiscalização mais rígida quanto a isso para, pelo menos, inibir quem faz isso. Além de ser uma infração à lei de poluição visual da nossa cidade, é uma falta de respeito com as pessoas que acompanham a situação”, comenta.

O parlamentar diz ainda qual o maior problema nos dizeres. “Eu bato na tecla quanto a poluição visual. A cidade tem lei contra isso. Não é possível que alguém chegue em um patrimônio público, faça o que bem entender, e que ninguém veja. É preciso ser mais rígido, multar quem faz isso. Porque só assim a pessoa não faz novamente”, defende Porsani.

Os cartazes, na maioria das vezes, trazem os escritos “Lula Livre”, e “Eleição sem Lula é Golpe”. “Posição essa extremamente contestada pelo povo, que elegeu democraticamente os seus representantes”, finaliza o vereador.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos