Select Page

Campanha traz a Araraquara exames gratuitos contra o câncer de mama no dia 25

Campanha traz a Araraquara exames gratuitos contra o câncer de mama no dia 25

Carreta de exames do projeto “O Futebol Contra o Câncer de Mama – Marque esse Gol!” ficará em frente ao Estádio da Fonte Luminosa, em parceria da Prefeitura com a Ferroviária, a Federação Paulista de Futebol e ONGs

Uma parceria entre a Prefeitura de Araraquara, a Ferroviária, a Federação Paulista de Futebol e as ONGs Américas Amigas e Meninas do Peito irá trazer para Araraquara, no próximo dia 25 de outubro, a campanha “O Futebol Contra o Câncer de Mama – Marque esse Gol!”.

O objetivo é, dentro do Outubro Rosa, promover diversas ações de prevenção e conscientização para mobilizar a comunidade do futebol sobre a importância da mamografia anual, que aumenta a chance de detecção precoce do câncer de mama.

Em frente ao Estádio da Fonte Luminosa, no dia 25, uma carreta do projeto terá mamografias e exames complementares de forma gratuita, mediante cadastro prévio no site www.marqueessegol.com.br, onde serão preenchidos alguns dados pessoais.

Depois do cadastro, a organização do projeto entrará em contato com as mulheres para a confirmação do agendamento. O foco da campanha é de pessoas de baixa renda. A idade mínima para atendimento é de 40 anos, sendo que a mulher não pode ter prótese estética.

A campanha começou na semana passada, em São Paulo, no Estádio do Morumbi. Até o final do mês, os estádios de Santos, Guarani, Ponte Preta, Botafogo (Ribeirão Preto), além da Ferroviária, irão receber a unidade móvel de atendimento à mulher.

Em seu terceiro ano, o projeto realizou mais de 1.600 mamografias e teve como resultado a detecção e diagnóstico de oito casos de câncer de mama que foram encaminhados para tratamento.

“É muito importante o diagnóstico com antecedência. Os maiores índices de mortes vêm do câncer. E se o futebol é o amor nacional e para o País, ele vai apoiar a Saúde também. A gente quer chamar a atenção para essa prevenção”, afirma Cristiane Gambaré, diretora de futebol feminino do Corinthians, uma das idealizadoras do projeto.

Cristiane relata que o projeto começou em 2015, nos estádios do Corinthians e o Palmeiras. No ano seguinte, a Federação Paulista de Futebol abraçou a ideia e ofereceu apoio, ampliando a atuação. “Fazemos todo o atendimento, o diagnóstico e encaminhamos para o tratamento”, destaca.

O coordenador de Atenção Especializada da Secretaria Municipal de Saúde, Edison Rodrigues Filho, revela que Araraquara não possui filas para exames de mamografia na rede pública, mas o trabalho de conscientização da sociedade para a prevenção deve ser ininterrupto.

“A Federação Paulista de Futebol, trazendo uma carreta para cá, desperta mais a necessidade de que a sociedade, junto com a Saúde e outros setores, mobilize-se para a realização dos exames. Em Araraquara temos uma situação melhor que outros municípios, porque não temos fila de espera de mamografia, mas temos a necessidade de que a campanha seja permanente”, avalia Edison.

“O Outubro Rosa é um momento, a partir da década de 1990, em que começaram essas campanhas para que a população tomasse consciência da necessidade de fazer exames preventivos para que, no caso de detecção de alguma anormalidade, fosse possível iniciar os tratamentos com mais rapidez e no início da detecção. Esse é o objetivo principal das campanhas de conscientização”, destaca o coordenador.

Prevenção
A detecção precoce do câncer de mama pode salvar vidas, sendo que o autoexame, aquele feito pela própria mulher, é o método mais eficaz de prevenção.

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma. O câncer de mama responde, atualmente, por 28% dos casos novos a cada ano.

Relativamente raro antes dos 35 anos, sua incidência cresce progressivamente acima desta idade, especialmente após os 50 anos. Para o ano de 2018, foram estimados 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil.

Os principais fatores de risco relacionados ao desenvolvimento do câncer de mama são: falta de atividade física, tabagismo, má alimentação, peso corporal acima do indicado, fatores ocupacionais, bebidas alcoólicas, exposição solar, radiações e medicamentos.

Por meio de alimentação, nutrição e atividade física, é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.

Como fazer o autoexame:

Passo 1: Em frente ao espelho, observe o bico do seio, a superfície e o contorno das mamas. Levante os braços e note se com o movimento aparecem alterações no contorno e superfície das mamas
Passo 2: A mão direita deve apalpar a mama esquerda e vice-versa. Faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com as pontas dos dedos
Passo 3: Apalpe as axilas em busca de nódulos, que podem ser dolorosos ou não. Se encontrar, procure um médico
Passo 4: Comprima os mamilos da base a ponta, na busca por alguma secreção. Se houver secreções, faça uma avaliação médica

Fonte: www.marqueessegol.com.br

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Ofensas

Arquivos