Select Page

Campanha antirrábica vacina mais de 7 mil cães e gatos



Meta da Vigilância em Saúde e Centro de Zoonoses de Araraquara é vacinar 30 mil animais A campanha antirrábica realizada no sábado (15) em Araraquara pela Vigilância em Saúde e Centro de Zoonoses (órgãos ligados à Secretaria Municipal da Saúde) vacinou 4.187 animais domésticos, entre cães e gatos. Com a expectativa de vacinar gratuitamente cerca […]

Campanha antirrábica vacina mais de 7 mil cães e gatos

Meta da Vigilância em Saúde e Centro de Zoonoses de Araraquara é vacinar 30 mil animais

A campanha antirrábica realizada no sábado (15) em Araraquara pela Vigilância em Saúde e Centro de Zoonoses (órgãos ligados à Secretaria Municipal da Saúde) vacinou 4.187 animais domésticos, entre cães e gatos. Com a expectativa de vacinar gratuitamente cerca de 30 mil desses animais no município, a campanha terá sequência nos dois próximos sábados de setembro (22 e 29), sempre das 8h às 16h30.

Vale destacar que no primeiro sábado da campanha antirrábica, no dia 1º de setembro, foram aplicadas 2.902 vacinas na cidade, entre cães e gatos. Com os números do dia 15, já foram imunizados 7.089 desses animais, ou 23,6% da meta.

Segundo a coordenadora executiva de Vigilância em Saúde, Joice Nogueira Calera, a vacina é a única forma de prevenção segura da raiva. Por isso, deve ser aplicada em todos os cães e gatos de Araraquara, a partir de três meses de idade.

 “Para que o vírus não entre em contato com o ser humano, é preciso vacinar todos os cães e gatos, já que eles podem ter contato com a raiva, através de morcegos infectados”, reitera Joice.

Joice acrescenta que na primeira semana de vacinação os números foram bem abaixo do esperado. “Já no último sábado, os números foram bem próximos do que esperávamos, embora ainda sejam insuficientes para atingirmos um bom percentual dos cães e gatos da cidade. Ainda no mês de outubro teremos a vacinação antirrabica na zona rural, que será somada a esses números urbanos”, enfatiza.

Como conduzir

Vale lembrar que os cães devem ser conduzidos até o ponto de vacinação por pessoas com idade e porte adequados para o manejo do animal. Os mais bravios, de qualquer espécie, devem utilizar focinheira apropriada. Já os gatos devem ser transportados em caixas apropriadas e em segurança.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos