Selecione a página

Araraquara terá Congresso Internacional de Democracia Participativa em março

Em parceria com Unesp e Uniara, Prefeitura realiza evento com objetivo de estimular o debate, reflexão e troca de experiências sobre participação popular, economia solidária e movimentos sociais

Araraquara terá Congresso Internacional de Democracia Participativa em março

A Prefeitura de Araraquara, com apoio da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Araraquara e sa Uniara (Universidade de Araraquara) realiza, entre os dias 14 e 16 de março, o 1º Congresso Internacional de Democracia Participativa, no Centro Internacional de Convenção.

No evento serão desenvolvidas palestras, conferências, rodas de conversa, oficinas temáticas, atividades artístico-culturais, feiras, apresentações de artigos e painéis. Os palestrantes e professores convidados ainda serão confirmados. O congresso é gratuito e todos os participantes receberão certificado de participação ou de apresentação de trabalho.

Segundo o prefeito Edinho, a ideia é estimular o debate não só entre órgãos públicos, mas também com a academia e sociedade civil organizada, além da reflexão e também a troca de experiências para a construção de políticas públicas nessas áreas.

“Vamos aprofundar o debate sobre os reais e necessários instrumentos de controle e participação social, bem como conhecer as necessidades e apontamentos da sociedade civil com vistas ao fortalecimento da democracia”, disse Edinho.

Na abertura do evento, em 14 de março (uma quinta-feira), estão previstos credenciamento, mesa de abertura e conferência com o tema “Economia Social, Participação Popular e qualidade da Democracia”.

Já no dia 15, às 9h, está prevista a mesa de debates “A participação popular na gestão pública: democracia participativa e economia social”.

No período da tarde serão apresentados trabalhos científicos e acadêmicos, além de experiências técnicas. Serão três grupos de trabalho: “Avanços e desafios de novas formas de participação política: participação popular”, “Possibilidades e organização da economia social, solidária e criativa” e “Movimentos Sociais e Desenvolvimento Territorial na atualidade”.

Quem possui trabalhos acadêmicos relacionados a esses temas pode se inscrever no site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br), a partir desta terça-feira (22), para que esses estudos sejam apresentados no congresso.

No mesmo dia 15, duas rodas de conversa serão organizadas: às 14h, sob o tema “Mulheres na Economia Solidária: Possibilidade de reconhecimento e emancipação social”; e às 16h30, sobre “Mídias sociais e participação no regime democrático”. Ao final do dia, às 18h, serão realizadas atividades culturais e uma Feira de Economia Criativa, Solidária e da Agricultura Familiar.

O 1º Congresso Internacional de Democracia Participativa se encerra no dia 16 de março. Às 9h, será organizada a mesa “Novas formas democráticas de Estado e democracia participativa na gestão municipal” e, às 11h, a oficina temática “Experiências e avaliações dos processos de instrumentos de participação popular”.

Depois do almoço, às 15h, é a vez da mesa “Organização da Sociedade, Economia Solidária e Movimentos Sociais”. Uma carta pela democracia será assinada às 17h e, às 18h, ocorrem atividades culturais e uma Feira de Economia Criativa e Solidária.

O congresso ainda contará com participação de importantes grupos de pesquisa ligados a universidades de Araraquara e da região: Geppade (Grupo de Estudo e Pesquisa Participação e Democracia), da Unesp Araraquara; NEPESC (Núcleo de Extensão e Pesquisa em Economia Solidária, Criativa e Cidadania), da Unesp Araraquara; Nupedor (Núcleo de Pesquisa e Documentação Rural), da Uniara; e NuMI-EcoSol (Núcleo Multidisciplinar Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária), da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade