Select Page

Araraquara recebe Temer e Padilha, e verba de R$ 5,2 mi



O prefeito Marcelo Barbieri recepcionou, na tarde de ontem, em Araraquara, o vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha

O prefeito Marcelo Barbieri recepcionou, na tarde de ontem, em Araraquara, o vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que anunciaram a liberação de recursos federais para o município.

Em solenidade realizada em frente à área de Oftalmologia da Santa Casa, e na presença de diversas autoridades, Prefeitura e Governo Federal assinaram termos pela construção de cinco novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no valor de R$ 1,7 milhão, além de uma verba superior a R$ 3,5 milhões para obras de saneamento básico. Também foi definido um termo de compromisso para a implantação da Rede Cegonha na cidade.

Marcelo destacou a liberação dos recursos, que visam, conforme disse, melhorar cada vez mais a qualidade de vida em Araraquara.

O prefeito agradeceu a intervenção do vice-presidente Michel Temer e a disposição do ministro Alexandre Padilha em atender aos pleitos, que contaram com apoio, no caso das UBSs, do deputado estadual Edinho Silva. “Araraquara vive um bom momento em que completa 194 anos e recebe estes investimentos”, enfatizou.

Também participaram da solenidade diversos prefeitos e vereadores da região, secretários municipais, como a secretária da Saúde, Regina Barbieri Ferreira, outros agentes de saúde do município e agentes da Caixa Econômica Federal, além dos deputados federais Dimas Ramalho e Newton Lima, e os estaduais Roberto Massafera e Edinho.

Mais qualidade

O ministro Padilha elogiou a administração do prefeito pela ampliação da qualidade no atendimento à saúde pública, a partir da rede básica. “O Ministério da Saúde (MS) estará sempre ao lado da Prefeitura que investe na atenção básica, porque o objetivo é ampliar a prevenção e reduzir os internamentos hospitalares”, acrescentou.

Os investimentos em novas unidades básicas de saúde podem evitar em até 80% os índices de internamentos em hospitais no município”, segundo informou o ministro.

Michel Temer também enalteceu a gestão do prefeito Marcelo, que permitem a união das forças políticas na busca de recursos e que permitem a evolução de Araraquara. “Este é um fato relevante, que precisa ser enfatizado porque é fundamental para a administração da cidade”, afirmou.

Também o provedor da Santa Casa de Misericórdia, Valter Cury Rodrigues, destacou as presenças das autoridades políticas e disse ter visto o ato como “um símbolo de aprovação à fase de recuperação do hospital”.

Unidades básicas

Com a construção das cinco novas UBSs, e demais obras na no setor, o Estratégia de Saúde da Família (ESF) passará a atender 80% da população de Araraquara até 2012. Hoje, o programa abrange em torno de 25% da população.

Saneamento

Com os R$ 3,5 milhões anunciados nessa sexta pelo Ministério das Cidades o Departamento Autônomo de Água e Esgoto, via PAC 2, o Sistema de Produção e Reservação Cruzes fornecerá água principalmente para a região Nordeste da cidade, que vem recebendo novos empreendimentos imobiliários.

O valor do investimento será de R$ 3.631.465,05 e, desse total, R$ 3.546.013,66 são recursos federais liberados pela Caixa Econômica Federal. A contrapartida da Prefeitura, via Daae, soma R$ 85.451,39.

Rede Cegonha

Ainda ontem, o prefeito Marcelo assinou um termo de compromisso com o MS visando a ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal, com transporte também para o parto. Segundo o ministro Alexandre Padilha, o projeto Rede Cegonha permitirá a realização de partos e nascimentos seguros e acesso ao planejamento reprodutivo. O sistema será implantado em Araraquara a partir da inauguração da nova Gota de Leite, prevista para o final deste ano.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Culpado

Publicidade

Arquivos