Selecione a página

Araraquara elege hoje Miss Gay e Miss Trans

Araraquara elege hoje Miss Gay e Miss Trans

Um grande show de entretenimento será realizado hoje (7), quando Araraquara irá conhecer a sua Miss Gay e também a Miss Trans. O evento acontece no Teatro Municipal Prefeito Clodoaldo Medina a partir das 19h30, numa realização da Assessoria da Diversidade Sexual, WTV e Tay Ferreira Eventos, com apoio da Prefeitura de Araraquara (por meio da Secretaria Municipal de Articulação Institucional e Participação Popular).
A ideia é dar visibilidade e resgatar a auto-estima das participantes. Paulo Tetti, assessor da Diversidade Sexual, lembra que, este ano, o evento destaca a Lei 8.055/13, aprovada pela Câmara dos Vereadores, que permite a inclusão do nome social de travestis e transexuais em todos os órgãos municipais. Segundo ele, na primeira edição, a proposta abordou a Lei 10.948-1, que protege a população LGBT da violência homofóbica.
De acordo com Tetti, a expectativa é bastante positiva para o evento deste ano, já que primeira edição realizada em novembro de 2013, no Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva, contabilizou um público superior a 350 pessoas. “A realização no Teatro Municipal é um marco para a população LGBT, já que o espaço é palco dos grandes eventos culturais e artísticos da cidade. O glamour do Teatro será essencial para a grandeza do evento e levar uma minoria LGBT para conhecê-lo será um marco na história da cidade”, enfatiza.
As duas categorias do concurso – Miss Gay e Miss Trans (transexual) – se diferem pelo fato da primeira se tratar de participantes homossexuais, enquanto a segunda implica participantes com silicone e hormônio. “A Miss Gay é um homossexual, com as melhores características femininas. É aquele que se transforma na melhor forma de mulher, mas que não tem, por exemplo, silicone. Já a Miss Trans é uma transexual, com silicone e também hormônios femininos – aquela que nasceu homem e que se identifica como uma mulher… as trans acreditam que nasceram em corpo errado, e se adequam conforme sua identidade de gênero, no caso feminino”.
Participantes
Catorze candidatas participam do concurso, sendo sete em cada categoria. Haverá candidatas de São Carlos, já havendo um acordo em que os primeiros lugares serão para Araraquara e os segundos para São Carlos – cidade parceira na realização do evento. As vencedoras das duas categorias, de Araraquara e São Carlos – portanto os 1º e 2º lugares – terão a vaga assegurada na participação do Miss Gay e Miss Trans de São Paulo, no concurso estadual.
As candidatas participarão usando dois trajes: primeiro camiseta e salto e, depois, com traje de gala. Coreografias irão fazer parte do concurso que deve eleger também a Miss Simpatia das categorias. A primeira Miss Trans de Araraquara, Vanessa Lautenschlager, e a Miss Gay, Tays Porto, irão passar as faixas para as suas sucessoras.
O cantor Rodrigo Collin é convidado da noite e irá se apresentar no evento. Também haverá shows das drag queens: Dafiny Müllers, Gabanne Dee, Sindell Vipper, Tayra Moon, e Victória Vipper – esta última com 18 títulos em concursos de beleza. Ainda, Luna Biffi e Jéssica Borges participam do evento, como assistente de palco e assistente de jurados, respectivamente. Vale lembrar que um time de 21 convidados irá formar o júri.
O evento terá a apresentação do comunicador Wilton Vital e tem a proposta de ser dinâmico e interativo, com a participação também de Paulo Tetti e Tay Ferreira – todos produtores desta edição.
Os 450 ingressos disponíveis são gratuitos, sendo obrigatória a doação de um quilo de arroz ou de feijão que serão doados para o Fundo Social de Solidariedade. Os convites podem ser retirados no Teatro Municipal, das 13h às 17h, até sábado.
Cidade inclusiva
Araraquara é uma cidade que busca políticas inclusivas. Por meio da Assessoria da Diversidade Sexual diversas ações são realizadas na busca do combate da homofobia. Palestras educativas para empresas, instituições, escolas, hospitais, entre outros são um dos pilares deste trabalho. Os temas apresentados alertam para temas como: denúncia, direitos da população LGBT, busca pela igualdade e luta contra o preconceito e discriminação.
Também, o trabalho realizado pela Assessoria consiste em levar informações a atendentes sobre o uso do nome social para travestis e transexuais nos órgãos municipais. O nome social é aquele pelo qual pessoas trans preferem ser chamadas cotidianamente, refletindo sua expressão de gênero em contraposição ao seu nome de registro civil (é o nome pelo qual a travesti ou transexual se reconhece, e que o identifica em sua comunidade e meio social).
“Tratar travestis e transexuais pelo nome social é uma forma de garantir a sua dignidade humana e assegurar o pleno respeito às pessoas, independente de sua identidade de gênero. Nome social é aquele com o qual a pessoa se identifica. É escolhido a partir de suas vivências e preferências. Muitos de nós temos apelidos e estes são respeitados, o que não costuma acontecer com as travestis e transexuais”, comenta Tetti.
Araraquara também conta com o telefone do “Denuncie Homofobia” para o enfrentamento da violência contra a população LGBT, com a realização de denúncias. O número deste disque-denúncia é o (16) 9751- 3567. A ligação está disponível 24 horas por dia, sendo a identidade do denunciante mantida em sigilo. “Existem diversas atitudes homofóbicas, que vão desde o preconceito velado, passando por insultos verbais, bullying e difamação, até agressões físicas que violam os direitos humanos. O ‘Denuncie Homofobia’ atende a todo tipo de discriminação homofóbica”, ressalta o assessor.
A participação da Assessoria de Políticas Públicas para Diversidade Sexual faz parte das ações desenvolvidas pela Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria da Articulação Institucional e da Participação Popular. O objetivo é levar informações a um público variado.
Serviço:
Miss Gay e Miss Trans – Edição 2015
Data: sábado (7)
Local: Teatro Municipal Clodoaldo Medina (Av. Bento de Abreu, s/nº – Fonte Luminosa)
Horário: 19h30
Ingressos gratuitos – troca por 1 kg de arroz ou feijão (os ingressos já estão sendo trocados no Teatro Municipal, no horário das 13 às 17 horas)

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade