Selecione a página

Araraquara é destaque nacional por incentivar agricultura familiar

Programa de aquisição de alimentos da Prefeitura e Governo Federal atrai agricultores, gera renda e valoriza as famílias do campo 

A coordenadora-geral do PAA Municipal (Programa de Aquisição de Alimentos, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS) Elenita Correia da Silva está em Araraquara para visitar assentamentos e pequenos produtores rurais, além de gestores do convênio. Junto com a consultora do PAA Municipal, Pink Bengaly Alves de Almeida, Elenita colhe informações sobre o convênio, firmado em 2010 pelo prefeito Marcelo Barbieri com o MDS, que permite a aquisição de hortifrutis do Programa Agricultura Familiar e valoriza as famílias do campo.

Com os produtores rurais, as técnicas do MDS debatem as condições atuais e outras melhorias que podem ser incrementadas ao PAA. Por meio do Programa, a Prefeitura adquire cerca de 25 toneladas semanais de hortifrutis e investe, por mês, até R$ 180 mil. De acordo com Elenita Correia, as visitas técnicas servem de monitoramento à forma de execução dos 145 convênios firmados no Brasil entre o MDS e as prefeituras.

A coordenadora reafirma que Araraquara tem se destacado positivamente com o PAA, principalmente em relação ao comprometimento com o Programa. “A execução cumpre à risca todos os requisitos, inclusive sobre dados estatísticos, que permitem um maior incremento ao Programa Agricultura Familiar”, destaca a coordenadora.

Por conta do destaque nacional, a Prefeitura obteve um aditivo no convênio, passando a receber cerca de R$ 3 milhões, entre 2011 e este ano, ou R$ 1 mi a mais em comparação aos R$ 2 milhões computados em 2010.

Para o produtor rural Roberto Mateus Vieira Junior, que planta e comercializa legumes e hortaliças em uma área de um hectare próximo à Estação de Furnas, “o PAA é essencial ao agricultor, porque garante a venda dos hortifrutis”.

Valorização

O prefeito Marcelo Barbieri ressalta a importância do convênio e dos assentamentos Bela Vista, Monte Alegre e o do Horto de Bueno de Andrada, além dos pequenos proprietários rurais de Araraquara, pela produção dos hortifrutis adquiridos pelo município. Somente este ano, a Prefeitura projeta investir R$ 1,8 milhão na compra dos produtos, possibilitando que cada família de um produtor rural receba R$ 4,5 mil. “Além de valorizar os produtores, o PAA ajuda a fixar as famílias no campo”, enfatiza Marcelo.

Atualmente, são 296 produtores rurais inscritos no PAA, quase 50% a mais que em 2010, quando somavam menos de 200. A maioria dos produtores (129) pertence ao Assentamento Monte Alegre, 103 ao Assentamento Bela Vista e cinco são do Horto de Bueno, além de outros 59 não assentados. A previsão da Prefeitura é que sejam feitas 330 inscrições no setor até o final deste ano. Os produtos são adquiridos pela Secretara Municipal de Agricultura e abastecem o Restaurante Popular, além de atender a mais 50 entidades assistências de Araraquara, cadastradas no Fome Zero.

Para o vereador Ronaldo Napeloso, o destaque de Araraquara em âmbito nacional em relação ao PAA deve-se à criação da Secretaria Municipal de Agricultura pelo governo do prefeito Marcelo. “A instalação da Secretaria possibilitou a assinatura do convênio federal”, resumiu o parlamentar. Também acompanhou a visita técnica nessa quinta-feira (31) o coordenador de Agricultura e Agro Indústria (órgão da própria Secretaria), Cristiano Rumaqueli. Elenita da Silva e Pink de Almeida permanecem nesta sexta-feira (1º de junho) em Araraquara para debater outros detalhes do programa com gestores do PAA.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade