Selecione a página

Alvará municipal para casas noturnas será anual

Reunão na câmara sobre Alvará

O alvará de funcionamento das casas noturnas de Araraquara, expedido pela Prefeitura Municipal, será renovado anualmente juntamente com o do Corpo de Bombeiros. Essa deverá ser uma das mudanças que fará parte da nova legislação que será elaborada para aumentar a segurança dos estabelecimentos. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Roberto Cardozo, a nova medida, independente da criação da lei, entra em vigor ainda este ano.Nessa quinta-feira (7), proprietários de casas noturnas e boates se reuniram na Câmara Municipal com os vereadores Elias Chediek, João Farias, Ronaldo Napeloso, William Affonso, Adilson Vital, Jeferson Yashuda, Rodrigo Buchechinha e Geicy Sabonete; com os secretários municipais José Roberto Cardozo e Eli Schiavi, além de representantes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil para discutirem a criação de uma nova lei e as medidas que estão sendo tomadas para garantir a segurança das boates.“Temos que modernizar a lei, para que ela não seja utilizada somente como punição mas, principalmente, como mecanismo de prevenção”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Eli Schiavi.O vereador Ronaldo Napeloso afirmou que a elaboração da lei deve contar com a participação dos proprietários, além das outras autoridades competentes, incluindo os membros da comissão especial que foi montada para verificar a situação das casas noturnas de Araraquara.Além da lei, o vereador também destacou a importância da realização de testes de simulação nas casas noturnas para estabelecer as principais dificuldades na evacuação das pessoas.
AdvertênciaO Corpo de Bombeiros de Araraquara, por determinação do governo do Estado, começou a fiscalizar as casas noturnas juntamente com as prefeituras municipais de 24 municípios da região, após o incêndio na Boate Kiss em Santa Maria.Segundo o capitão dos Bombeiros, Alexandre Luiz dos Santos, estão sendo fiscalizados dois locais por dia com prioridade para as casas noturnas. A fiscalização não será interrompida durante o Carnaval.Santos afirma que a maioria dos estabelecimentos está se legalizando.“No momento da advertência, estamos orientando os proprietários sobre como se legalizar e estabelecemos sete dias de prazo para isso”. Os Bombeiros também estão distribuindo material informativo com orientações para a regularização. “A interdição é o último passo, após a advertência, intimação e multa”, explicou o capitão.De acordo com coordenador da Defesa Civil de Araraquara, Edson Adalberto Alves, um dos grandes problemas encontrados nas casas noturnas é a alteração do cenário, que muitas vezes esconde os extintores e a sinalização do local. Alves também ressaltou a importância de treinamento dos funcionários nos cursos de brigadas contra incêndio.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade