Select Page

Alunos de medicina realizam trote na praça com tinta e ovos



Segundo alunos veteranos, bixos foram voluntários na participação do trote na praça

Célia Pires

Na tarde de ontem a Policia Militar foi acionada por conta de vários estouros, possivelmente de rojão ou bomba, nas proximidades da Maternidade Gota de Leite e que teriam sido soltados pelos estudantes, bixos e veteranos, do curso de medicina da Uniara em virtude do trote.Foram cerca de três ou cinco estouros.Como a policia entendeu a ocorrência como pacifica nenhuma ocorrência foi registrada.Durante o trote na praça vários alunos foram ‘obrigados’ a lavar o chão da praça que foi manchado com tinta e alguns alunos veteranos agiam com um pouco mais de vigor para que os calouros obedecessem às brincadeiras sugeridas.”Foi somente tinta e ovo”, diz aluno, acrescentando que muitos pais estavam acompanhando o trote.Talvez por conta do excessivo calor, uma das alunas passou mal, mas foi atendida pelos colegas.Participaram da atividade aproximadamente 40 alunos do referido curso.Um dos alunos veteranos conta que o trote sempre ocorreu e funciona como um ato de boa vindas aos novos alunos que estão chegando.”A gente pinta os ‘bixos’ como se fosse um ato de libertação. Posteriormente a gente vai para os semáforo, onde todo o dinheiro arrecadado é voltado para os próprios alunos”.O veterano conta que da que daqui duas semanas irão realizar o chamado trote solidário onde os mesmos alunos serão convidados a participar.Uniara esclareceO Centro Universitário de Araraquara – Uniara, a Atlética e o Diretório Acadêmico do curso de Medicina, devido a alguns questionamentos sobre eventuais trotes violentos envolvendo seus calouros, vem a público esclarecer:Tanto a Uniara como as representações estudantis são absolutamente contrárias a qualquer espécie de trote onde se empregue violência. A instituição inclusive sempre conscientiza seus alunos veteranos sobre as condenáveis posturas de trotes desta natureza.A Uniara apoia o trote solidário, organizado pelos diretórios acadêmicos de cada curso, em que são arrecadados alimentos e roupas que, posteriormente, são distribuídos para entidades sociais do município, além de promover uma integração entre os iniciantes.A Uniara, com mais de 45 anos de existência, sempre zelou pelo bem-estar de seus alunos e da comunidade.O Centro Universitário continuará a agir com determinação para coibir qualquer forma de trote violento no seio da instituição e continuará trabalhando na conscientização dos veteranos contra esse tipo de trote em qualquer ambiente, quer seja no estudantil ou fora dele.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos