Selecione a página

Inscrições para Oficinas Culturais vão até 1º de março

Com cerca de 30 cursos e 1.500 vagas disponíveis, programa recebe inscrições de candidatos de três anos até a 3ª idade

Inscrições para Oficinas Culturais vão até 1º de março

A coordenadora do projeto Oficinas Culturais Municipais, da Secretaria Municipal de Cultura e Fundart, Sabrina Kelly, confirmou na terça-feira (19), no programa “Canal Direto com a Prefeitura”, que vai até o dia 1º de março o período de inscrições para diversos cursos e oficinas na cidade em 2019.
Com cerca de 30 cursos gratuitos e de 1.500 vagas disponíveis, o programa oferecerá até dezembro uma série de oportunidades para candidatos com idades a partir dos três anos de vida até a 3ª idade.
O programa Oficinas Culturais também será oferecido na rede escolar do município e nos Cras – Centro de Referência de Assistência Social, da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.
As inscrições podem ser feitas de segunda à sexta-feira, das 9h30 às 17h, na Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa, no Centro da cidade, e no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) “Vereadora Deodata Leopoldina Toledo do Amaral”, localizado no Jardim Indaiá, na região do Selmi Dei. Nos Cras, de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.
Para se inscrever, é preciso apresentar certidão de nascimento, RG e comprovante atualizado de endereço residencial com CEP. No caso de menores de idade, ou candidatos dos três aos 17 anos, é necessária a companhia do pai ou responsável no ato da inscrição.
Serão oferecidas diversas grades de aulas envolvendo cursos de teatro, violão, mangá, artes plásticas visuais, balé, música contemporânea, capoeira, break e street dance, entre outras novidades este ano, como desenho, HQ (Histórias em Quadrinhos), sapateado e samba rock.
Segundo Sabrina, o curso de sapateado será ministrado no CEU das Artes, a exemplo do curso de samba rock – este último também estará disponível no Centro-Afro “Mestre Jorge”.

Mais oportunidades
Sabrina Kelly acrescentou que especificamente para a 3ª idade serão oferecidos os cursos de artesanato e de contração de histórias, além de todos os demais.
“Desde 2017, este projeto passou a oferecer até 500 vagas a mais, novas linguagens culturais e um viés de educação e de profissionalização”, enfatizou Sabrina.
Que acrescentou: “O principal objetivo do projeto é priorizar atividades artísticas para desenvolver formas de expressão, auto-estima e formação cidadã, além de revelar agentes culturais para expandir as próprias oficinas culturais na cidade”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade