Select Page

Infância e educação em destaque no Sesc

Infância e educação em destaque no Sesc

Sob o tema “As diferentes infâncias no Território”, Sesc realiza a segunda edição do Ciclo Educar Hoje com bate-papo no dia 3 de outubro

Fase de descobertas, experimentações e de tantas sensações, a infância é o período mais significativo para a formação de uma pessoa. É ali que os valores morais, éticos e sociais se formarão para suas escolhas futuras. Tão essencial quanto oferecer às crianças um ambiente propício ao aprendizado é garantir que os envolvidos nos processos educativos, sejam eles formais ou não formais, estejam de acordo com a realidade sociocultural em que vivem, respeitando as peculiaridades de cada território, cada região e cada cultura.
Para tanto, é importante que ocorram reflexões constantes sobre o papel educador que cada um tem em suas relações sociais, com o meio e com a diversidade. O olhar sensível para esse diverso é fundamental para a construção de indivíduos críticos e uma comunidade educadora.
Para estimular essa discussão, o Sesc São Paulo realiza o Ciclo Educar Hoje, uma das ações do Programa Curumim, que teve seu início durante as comemorações dos 30 anos do Curumim, em 2017. Este ano, a segunda edição acontecerá até 23 de outubro em 15 unidades do Sesc São Paulo.
Com tema “As diferentes infâncias no Território” as atividades propõem uma reflexão acerca das diversas infâncias no território, a importância do convívio e a potência deste diverso na formação de uma comunidade educadora e reforçam o compromisso do Sesc em repensar as tessituras da sociedade a partir de aspectos fundamentais para a convivência e diálogo entre seus cidadãos.
Em Araraquara, nesta quarta-feira (3), às 19h30, será realizada uma Roda de Conversa, com Marcelino Freire, Paula Beatriz de Souza Cruz e Maria Fernanda Luiz. A mediação fica por conta de Jussara de Paula Justino, musicista, pesquisadora e educadora do programa Curumim no Sesc Araraquara.

Sobre os convidados
Marcelino Freire. Escritor e produtor cultural criou em 2006 o evento Balada Literária que reúne escritores, nacionais e internacionais no bairro da Vila Madalena em São Paulo. Em 2006, recebeu o prêmio Jabuti, com o livro “Contos Negreiros” (Record).

Paula Beatriz de Souza Cruz.Licenciada em Pedagogia e Letras, é a primeira mulher transexual a se tornar diretora de uma escola na rede estadual de ensino na cidade de São Paulo.

Maria Fernanda Luiz. Mestra e doutoranda em Educação, especialista em Psicopedagogia, docente na Educação Básica I da Rede Estadual de São Paulo e na Educação Integral da Rede Municipal de Araraquara. Vencedora na categoria Professor-Ensino Fundamental I do 7º Prêmio Educar para Igualdade Racial e de Gênero, pela realização do projeto Brincando Conhecemos a África, desenvolvido numa escola pública no município de Araraquara. Atualmente é Coordenadora Executiva de Direitos Humanos na Prefeitura de Araraquara/SP.

Jussara de Paula Justino
Graduada em música, especialista em arte educação pela Universidade de São Paulo e mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos. Atua como musicista, pesquisadora e educadora do programa Curumim no Sesc Araraquara.

Serviço

Ciclo Educar hoje – As diferentes infância no território

RODA DE CONVERSA
As diferentes infâncias no território
Convidados: Marcelino Freire, Paula Beatriz de Souza Cruz Maria Fernanda Luiz
Mediação :Jussara de Paula Justino
Dia 3, quarta, 19h30. Garimpo. Grátis. Livre.


Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos